O WhatsApp deve levar a autenticação de dois fatores para o aplicativo que roda em desktops. A novidade promete levar mais segurança para os usuários, ao incluir um código numérico para o acesso do serviço em um computador, seja ele no modo de programa instalado ou mesmo na versão web.

Uma das mais eficientes formas para o usuário manter a segurança em literalmente qualquer serviço, é adicionar uma autenticação de dois fatores. Este método insere uma camada extra de senha, podendo até prevenir uma provável invasão na conta.

publicidade

Leia também:

Teste de autenticação de dois fatores no WhatsApp (Imagem: reprodução/WABetaInfo)
Teste de autenticação de dois fatores no WhatsApp (Imagem: reprodução/WABetaInfo)

Em outras palavras: mesmo se sua senha for descoberta por alguma pessoa e o código via SMS também for roubado, a autenticação de dois fatores pode impedir o acesso indevido ao mensageiro. O WhatsApp já utiliza esse recurso no app para celular, mas agora ele quer implementar também no desktop.

Segurança extra do WhatsApp deve demorar a chegar

Ainda em testes iniciais, o recurso foi descoberto pelo site WABetaInfo e ele está presente dentro das configurações do programa que roda em computadores, além da versão web do serviço de mensagens. Por lá o usuário precisará utilizar um código para acessar o WhatsApp, desligar a ferramenta de segurança, trocar a senha ou substituir o e-mail de recuperação cadastrado.

Por mais importante que realmente seja, a autenticação de dois fatores para o WhatsApp no PC ainda está em estágio inicial de desenvolvimento. O teste encontrado é fechado e não foi liberado para os usuários do programa beta público. Também não sabemos quando a novidade será encaminhada para toda a comunidade – tomara que aconteça logo.

Enquanto isso, é importante lembrar de ativar a autenticação de dois fatores no WhatsApp para o smartphone. Minha dica, até como atitude básica para segurança na internet, é ativar essa ferramenta em praticamente qualquer serviço que você utiliza, como e-mail, lojas de jogos, outros mensageiros e armazenamento em nuvem.

Via: WABetaInfo.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!