Alguns usuários do YouTube relataram que ao tentar abrir vídeos de pequenos canais se depararam com uma mensagem informando que o conteúdo estava bloqueado devido a sua popularidade.  

“Este vídeo é popular! Devido ao histórico limitado do criador, estamos limitando o número de espectadores. Inscreva-se neste canal para ajudar este criador a alcançar um público mais amplo”, diz o aviso.  

publicidade

Leia também!

No Twitter, diversos usuários especularam que a plataforma estava tomando a atitude para bloquear transmissões ao vivo da extrema direita e propagandas anti-vacina.  

YouTube limita vídeos

Ao explicar a ação, o YouTube afirmou que a iniciativa é utilizada para limitar o recurso de transmissões ao vivo para pequenos criadores. Anteriormente, apenas canais com mais de 1 mil inscritos poderiam fazer lives, mas uma mudança na política da plataforma fez com que usuários menores tivessem acesso ao recurso, mas com algumas regras.  

Uma delas é a limitação de espectadores nas transmissões ao vivo feitas por dispositivos móveis, visando evitar abuso e disseminação de conteúdo nocivo. “Estamos sempre explorando novas maneiras de permitir que os criadores usem mais recursos, mantendo nossa comunidade segura”, disse um porta-voz do YouTube ao portal Mashable.  

“Para ajudar criadores menores e aspirantes, ao mesmo tempo em que evitamos o abuso de transmissões ao vivo em dispositivos móveis, criamos proteções para limitar a disseminação de conteúdo potencialmente nocivo. Se um canal tiver menos de mil inscritos, limitamos o número de espectadores em transmissões ao vivo em dispositivos móveis“.  

No entanto, usuários apontaram que a mensagem exibida é um tanto quanto confusa e não esclarece o intuito do aviso. O YouTube afirmou que está ciente do problema e está buscando uma solução para os vídeos. “Entendemos que as mensagens do produto podem ser confusas, e é por isso que estamos trabalhando para atualizá-las”. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!