Counter Strike: Global Offensive (CSGO) é um dos maiores jogos da história, com milhões de jogadores mundo afora e um cenário profissional consolidado e que não para de crescer. Jogadores profissionais ganhando salários altos e contratos com multas rescisórias exorbitantes. O game alcançou um patamar gigantesco. E é dentro deste contexto que o time ucraniano da Natus Vince (NAVI) atingiu o Top 1 do ranking mundial da HLTV. O futuro da equipe, formada por russos e ucranianos, porém, parece incerto, uma vez que o conflito entre Ucrânia e Rússia só aumenta.

Por ser o melhor time do mundo de CSGO atualmente, a NAVI por si só já chama atenção. São 14 títulos conquistados nos últimos 4 anos. Com a escalada da tensão no Leste Europeu, contudo, os olhos de torcedores e amantes do jogo se voltaram ainda mais para o campeão do último Major de Counter Strike: Global Offensive.

publicidade
csgo ucrânia rússia
‘s1mple’ durante a IEM Katowice 2020. Divulgação/HLTV

Liderada por Oleksandr “s1mple” Kostyliev, ucraniano de origem russa considerado o melhor jogador do mundo e um dos maiores da história, a equipe conta com Valerii “b1t” Vakhovskyi, de Dnipropetrovsk, região central da Ucrânia; Denis “electroNic” Sharipov, de Cazã, na Rússia; Kirill Sergeevich “Boombl4” Mikhailov, de Moscou, capital russa; Ilya “Perfecto” Zalutskiy, também cidadão russo; e o técnico Andrii “B1ad3” Horodenskyi, cidadão ucraniano.

Nos casos de “b1t” e “s1mple”, a situação fica mais delicada. Ambos são da região mais ao centro da Ucrânia, onde já se escuta o hino do país ecoando pelas praças em forma de alerta para a possível guerra. Para entender como a equipe da NAVI está lidando com o momento, o Olhar Digital entrou em contato com a assessoria da organização, mas não obteve respostas.

A organização, contudo, deu uma declaração pelo seu perfil no Instagram. “A Rússia atacou a Ucrânia. E agora há hostilidades que tiram vidas humanas e destroem destinos reais no território do nosso país. É impossível que durante esta guerra finjamos que está tudo bem. Não está. Estamos devastados. Nosso principal objetivo neste momento é tentar manter a calma e cuidar de nós mesmos, de nossos entes queridos e daqueles que precisam de ajuda. Estamos todos juntos nisso. E juntos vamos passar por isso”, publicou.

Leia mais!

Por meio da sua conta oficial no Twitter, “s1mple” pediu ajuda. “Por favor, por favor, pare, eu não posso mais lidar com isso, todos nós precisamos de paz”, escreveu o jogador.

É justo relembrarmos, porém, que a tensão entre os dois países não começou agora, mas sim em meados de 2014 com a anexação da Crimeia feita pela Rússia. De lá para cá, foram inúmeros tiroteios entre separatistas pró-russos e ucranianos. Segundo a ONU, mais de 13 mil pessoas morreram nestes confrontos. Nesses 8 anos, entretanto, a NAVI se reformulou, montou a equipe atual em 2020 e alcançou o topo logo depois.

A organização soube blindar seus jogadores do mundo externo, mas o medo de uma nova guerra nunca foi tão ameaçador, e a escalada da tensão entre Ucrânia e Rússia pode atrapalhar um projeto excelente que atingiu o auge tem pouco tempo. Um abalo na atual equipe Top 1 de CSGO seria uma perda enorme para o cenário do jogo.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!