A Los Grandes, segunda maior organização de Esports em número de fãs da América Latina, anunciou, nesta quinta-feira (24), a aquisição da GEMU, startup que busca proporcionar experiências além dos jogos, conectando marcas, público e jogadores profissionais. Essa é a primeira aquisição de empresas feita pela Los Grandes.

Com a movimentação, os sócios da GEMU assumirão papéis de liderança dentro da organização, sendo eles Head de Operações e Financeiro e Head de Tecnologia, respectivamente. Além disso, outras 5 pessoas da companhia passam a fazer parte do time de tecnologia da Los Grandes.

publicidade
No centro, Rodrigo “El Gato”, fundador da Los Grandes. À esq., Ramon Wanderley, e à dir., Bruno Cyrillo, sócios da GEMU. Imagem: Divulgação

Segundo Rodrigo “El Gato“, empresário e fundador da Los Grandes, a aquisição faz parte de um novo posicionamento implementado dentro da organização, buscando trafegar por áreas além do esports e manter os olhos atentos para todas as possibilidades da WEB 3.0, como criptogames, NFT´s, blockchains.

Leia mais!

“A tecnologia e os games andam de mãos dadas. A aquisição da GEMU faz parte deste caminho, que iremos traçar ao decorrer do ano, com novas tecnologias que iremos trazer para o mercado de games e com novas formas de interagir com nossos torcedores. Este também é um passo importante para continuarmos com o olhar direcionado ao que anda acontecendo em blockchains, NFT´s e das criptomoedas dentro do mundo dos jogos”, explicou “El Gato”.

Com a aquisição, a Los Grandes espera faturar cerca de 40 milhões durante o ano de 2022, um aumento de mais de 300% em relação ao ano anterior. “Com a compra da GEMU, damos o nosso primeiro passo dentro do mercado de startups, com o objetivo de nos tornarmos referência em tecnologia dentro do cenário de games e esports”, disse Rodrigo Terron, membro do conselho da Los Grandes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal.