A BMW i7, variante elétrica do sedã de luxo Série 7, será revelada em abril, confirmou a montadora alemã no início desta semana. A data de lançamento não foi detalhada, mas a estreia do novo carro da linha i deve ser global, com apresentações em Nova York, Munique e Pequim. Junto com o modelo inédito, a montadora alemã deve lançar a nova linha do Série 7.

Através de teasers anteriores, sabemos que o i7 será alimentado por um trem de força com dois motores elétricos e tração integral. Ele deve ser o mesmo do iX M60, o que significa um pico de potência de 449 kW (610 cavalos) e 112 kgfm. A BMW, por enquanto, não confirma a especulação, embora admita que a potência chegue “em torno de 600 cavalos”.

publicidade

No teaser divulgado pela BMW, é possível ver que o design dianteiro do i7 será muito semelhante ao do iX com uma enorme grade bipartida na frente. Prometendo que o sedã elétrico oferecerá “a melhor experiência de pilotagem no segmento”, a montadora alemã mudou também sua assinatura de iluminação “para um aspecto moderno e distinto”.

A BMW estima também um alcance entre 580 e 610 km no ciclo WLTP. Os números, porém, ainda não são certificados, tendo sido baseados no estado de desenvolvimento do carro até o presente. Já em termos de sistema de assistência ao motorista, a companhia de Munique oferecerá um hardware com direção autônoma de nível 3.

BMW i7
Sedã elétrico terá uma tela gigante de 31″ no banco traseiro (BMW/Divulgação)

Revolução no espaço interno inclui tela gigante de 31” no banco traseiro

A mudança mais radical, no entanto, deve acontecer no interior do BMW i7, que contará com a versão mais recente do sistema de infoentretenimento iDrive, nova iluminação e um novo teto solar chamado Sky Lounge. Haverá ainda um filete iluminoso com nome de “Interaction Band” que incluirá novas funções e feedback tátil. No entanto, a montadora ainda não explicou o que o recurso faz e como ele será integrado à nova filosofia de design.

A BMW também promete incluir no i7 uma tela gigante de 31” no nível superior do banco traseiro para entreter os passageiros. A tela 8K sairá do teto do carro quando o proprietário quiser — indicando uma solução retrátil OLED — e incluirá os principais serviços de streaming. Em alguns níveis de equipamento, também será possível separar a área traseira da cabine da área do motorista, como numa limousine.

Ainda nesta semana, a BMW também comentou a situação na Ucrânia e afirmou que trabalhou com a Unicef para doar 1 milhão de euros (em torno de R$ 5,6 milhões) ao país, além de continuar apoiando os países fronteiriços. Embora a empresa tenha admitido problemas de fornecimento no início do mês, as fábricas em Munique devem reabrir nesta semana.

Crédito da imagem principal: BMW/Divulgação

Leia também:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!