A montadora alemã BMW pretende contratar até 6 mil novos trabalhadores em 2022, com o objetivo de se preparar para uma demanda crescente por seus modelos totalmente elétricos. As informações vêm de Oliver Zipse, CEO da empresa, durante uma entrevista ao jornal alemão Muenchner Merkur.

Tudo indica que a marca está em um bom caminho rumo à sua transformação totalmente elétrica. O CEO, inclusive, afirmou que suas instalações de fabricação já foram preparadas para a e-mobilidade.

publicidade

Leia mais:

Os 6 mil novos trabalhadores fazem parte de um cálculo feito por Zipse, que levou em consideração os 120 mil atuais contratados da empresa. “Esperamos um maior crescimento nas vendas em 2022. É por isso que aumentaremos nosso número de funcionários em até 5% no próximo ano”, afirma.

Expectativas positivas da BMW

Outra expectativa positiva do CEO tem a ver com a atual escassez de semicondutores, que para ele deve terminar em um ano, graças aos investimentos em andamento. “Espero que até o final do próximo ano tenhamos uma situação bastante normal”.

Até hoje, a BMW vendeu mais de um milhão de veículos eletrificados, incluindo modelos totalmente elétricos e híbridos. Uma meta é atingir dois milhões em vendas de veículos elétricos a bateria até 2025.

Com relação aos modelos EV existentes, a demanda parece ser muito alta: “Nosso i4 está esgotado há meses, assim como o iX”, disse o executivo-chefe da BMW. Zipse espera também um grande sucesso para a versão elétrica do sedan de luxo 7 Series, quando for apresentado pela empresa no ano que vem.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!