Malcolm MacDonald, teve uma grave infecção no sangue que o fez perder seu pênis em 2010. Após o incidente, os médicos do University College Hospital de Londres, na Inglaterra, criaram um novo pênis para o homem usando a carne do próprio braço, para que ele tivesse sensibilidade no órgão.  

No entanto, o novo pênis de 15 centímetros teve que ser enxertado no braço de MacDonald devido a falta de oxigenação no sangue e risco da cirurgia que colocaria o membro no lugar correto.  

Leia também!

A cirurgia deveria acontecer em 2015, mas devido atrasos no hospital e a chegada da pandemia de Covid-19, o homem precisou passar 6 anos com o pênis implantado no braço. “Você pode imaginar seis anos de sua vida com um pênis balançando em seu braço? Foi um pesadelo, mas agora acabou”, contou o paciente no documentário “O homem com um pênis no braço”, feito pela TV britânica.  

publicidade

A cirurgia foi financiada pelo Sistema Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês) ao custo de 50 mil libras (aproximadamente R$ 313 mil).

A operação para colocar o pênis no lugar correto durou cerca de 9 horas. A equipe médica colocou uma espécie de bomba no escroto do paciente para que o órgão seja preenchido com uma solução salina, permitindo que ele retome sua vida sexual.  

Malcolm MacDonald
Imagem: Foto: Reprodução/The Mirror

“Foi uma operação de nove horas. A primeira coisa que fiz foi olhar para baixo e fiquei tipo, ‘Oh, eles conseguiram desta vez’. Me sinto como um homem de verdade novamente”, contou. 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!