Uma startup americana enviará as cinzas de 47 pessoas mortas ao espaço nesta quarta-feira (25), em uma espécie de funeral cósmico.

O funeral espacial será realizado por uma companhia chamada Celestis, e trata-se da 23ª missão do grupo. As cinzas serão alojadas em satélites em miniatura, o chamado Cubasat, que serão levados ao espaço no foguete SpaceX Falcon 9.

publicidade

O satélite em questão será implantado numa órbita baixa na Terra, em que irá circundar o planeta pela próxima década. As famílias poderão acompanhar o paradeiro das cinzas no espaço em tempo real.

De acordo com o CEO e co-fundador da Celestis Charles Chafer, as cinzas vão circular ao redor do planeta por quase 10 anos e em certo ponto, entrarão novamente na atmosfera da Terra. Então, se arrastarão como uma espécie de estrela cadente.

“Qualquer um que sai em uma noite estrelada e olha para cima e diz: ‘Eu quero ser parte do universo, acho que vai agradar a eles’,” afirmou Chafer. De acordo com ele, o próximo voo da companhia, que acontece nesta quarta-feira, no estado americano da Flórida, levará 47 indivíduos, que serão honrados no funeral cósmico.

O site da companhia convida outras pessoas a também optarem por esta forma de homenagem final para si ou para entes queridos. “Se você deseja celebrar a vida de seu ente querido ou planejar sua própria jornada, pode confiar na Celestis para fornecer um memorial espacial verdadeiramente alucinante entre as estrelas!”

Leia mais:

Além disso, a companhia promete ajudar com todos os preparativos após a morte de quem optar por esta experiência. “Os memoriais podem ser estressantes para planejar sozinho, mas a equipe compassiva da Celestis simplifica,” promete a companhia em seu site. “Deixe-nos ajudar a orientá-lo na escolha do seu futuro destino espacial. Você receberá nosso memorial espacial extraordinário e surpreendentemente acessível com Celestis, os orgulhosos pioneiros das missões de Voo Espacial Memorial.”

Via Fox 35 Orlando

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!