A Lucid anunciou um recall do elogiado (porém, ao que parece, não falho) sedã Air para possível reparação na fiação do quadro de instrumentos. O recall abrange 1.117 unidades do veículo — eleito o melhor de 2021 —, todas produzidas entre 22 de outubro de 2021 e 4 de maio deste ano. Os proprietários serão notificados por correio no dia 20 de junho, com instruções para entrar em contato com a montadora, caso necessário.

Esta é a segunda ocasião em 2022 que o Lucid Air enfrenta um problema de recall. Anteriormente, 203 unidades foram possivelmente afetadas por um erro de instalação no amortecedor dianteiro.

publicidade

Desta vez, a falha se dá em um chicote no quadro de instrumentos que, caso faça contato com outra parte do veículo, pode desativar as telas de exibição. A montadora informa que, com as telas apagadas, o motorista não teria acesso a diversas informações fundamentais, como velocidade, indicadores de seleção de marcha, luzes de advertência e outras notificações, o que poderia aumentar o risco de acidente.

Lucid Air
Lucid Motors/Divulgação

A Lucid notificou o Grupo de Trabalho de Segurança do Produto no início do mês sobre uma preocupação com o chicote supracitado e, imediatamente, o convocou para revisar o problema. Isso não é exatamente surpreendente: especialistas em segurança afirmam que atritos com o chicote — geralmente instalado na coluna de direção — não são impossíveis. Sendo assim, ainda que não tenha ocorrido nenhum acidente, o Grupo de Trabalho de Segurança decidiu um iniciar um recall voluntário.

Lucid Air
Lucid Motors/Divulgação

Montadora americana avança na produção

O relatório lista o número de peça P11-J50000-03 para o chicote suspeito, descrito como “módulo de controle da carroceria para controlador do cluster de instrumentos/conexão Ethernet do sistema de monitoramento do driver”. Seu fabricante é uma empresa de Michigan, nordeste dos EUA, com o nome de Aptiv. Coincidentemente, a mesma responsável por um problema que afeta a linha 2022 do híbrido plug-in Lincoln Aviator.

Com base nas 485 entregas confirmadas para o Lucid Air no primeiro trimestre de 2022, é possível dizer que o recall afeta quase todas as unidades do sedã elétrico produzidas até aqui. O grande número de veículos afetados indica, ao mesmo tempo, o avanço da montadora em aumentar a produção, que já dobrou o número de EVs fabricados desde o início do março.

Crédito da imagem principal: Lucid Motors/Divulgação

Leia mais:

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!