Pela primeira vez desde o mês de janeiro de 2021, o valor de mercado das criptomoedas caiu abaixo de US$ 1 trilhão. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (13) pelo site CoinMarketCap. As moedas digitais valem, agora, US$ 926 bilhões.

Depois de atingir o pico de US$ 2,9 trilhões em novembro do ano passado, o mercado de criptomoedas não conseguiu manter o patamar e veio caindo até agora. Apenas nos últimos dois meses, o valor caiu em US$ 1 trilhão.

publicidade

Leia mais:

O principal motivo dessa queda foi o abandono dos investidores de ativos mais arriscados, diante da alta inflação. Essas pessoas temem ainda o aumento das taxas de juros dos bancos centrais, prejudicando o crescimento desse tipo de aplicação.

“Como a inflação prova ser um oponente ainda mais difícil de vencer do que o esperado, Bitcoin e Ether continuam a sofrer graves contusões no ringue”, disse Susannah Streeter, analista sênior de investimentos e mercados da Hargreaves Lansdown, em entrevista à agência internacional de notícias Reuters.

Iluistração de uma moeda de bitcoin com notas de dólar americano ao fundo.
Mais popular criptomoeda, o Bitcoin perdeu 50% do valor somente este ano. Imagem: AlyoshinE/Shutterstock

Ela acrescentou ainda que essas duas são “as principais vítimas da fuga de ativos de risco, já que os investidores se preocupam com a espiral dos preços ao consumidor em todo o mundo”.

Para se ter uma ideia, o Bitcoin, criptomoeda mais popular, caiu abaixo dos US$ 25 mil nesta segunda. É o menor valor em 18 meses, desde dezembro de 2020. O ativo digital já chega a uma queda de 50% neste ano. O Ether caiu mais de 15%, para US$ 1.210.

Via: Reuters / G1

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!