A Pfizer irá solicitar à Anvisa autorização para iniciar a vacinação contra a Covid-19 em crianças a partir de 6 meses no Brasil. A iniciativa vem após a Food and Drug Administration (FDA), agência reguladora de saúde dos Estados Unidos, aprovar o uso do imunizante para a faixa etária no país. 

Os EUA começaram a campanha de vacinação em menores de cinco anos na última terça-feira (21). Diferentemente de como começou a imunização dos adultos, o esquema vacinal da Pfizer para crianças conta com três doses – e não duas, como foi para adultos. De acordo com informações do O Globo, a mudança ocorre para adicionar maior proteção contra a variante Ômicron. 

publicidade
vacinação bebês Pfizer e Moderna
Covid-19: Pfizer vai solicitar autorização para vacinação de crianças a partir de 6 meses no Brasil. Imagem: REDPIXEL.PL/shuttestock

Com base em estudos, a FDA divulgou em um painel, no início de junho, que a vacina da Pfizer para crianças se mostrou segura e eficaz. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) também ficou satisfeito com os dados e aprovou o uso do imunizante para a vacinação infantil.

Resultados promissores também foram publicados sobre a vacina da Moderna, que foi igualmente autorizada para bebês a partir de seis meses nos EUA. Representantes da farmacêutica no Brasil já demonstram interesse em solicitar autorização à reguladora brasileira. 

Segundo apurou O Globo, ainda não há previsão de quando o pedido da Pfizer será enviado à Anvisa.

Leia mais!

Vacinação infantil contra a Covid-19 

Ainda não se sabe se os pais irão aderir à vacinação em massa dos filhos, visto que desde que a vacina da Pfizer foi autorizada nos EUA para idades de 5 a 11 anos, apenas cerca de 29% desse grupo foi totalmente vacinado. 

No Brasil, mais de 12 mil crianças entre 5 e 11 anos já receberam a dose inicial no país, o que representa 62,12% da população desta faixa etária. Dentre elas, 7.462.932 já completaram o ciclo vacinal (36,4%).

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!