Depois de roubarem US$ 190,4 milhões da empresa norte-americana Nomad. Os hackers responsáveis pelo crime devolveram US$ 9 milhões para a empresa que opera criptomoedas. O valor devolvido é aproximadamente em 4,75% da perda total, segundo dados da PeckShield, empresa de segurança blockchain.

De qualquer forma, um Tweet publicado pela empresa, pediu que os hackers whitehat, termo utilizado para se referir aos criminosos virtuais que que invadem sistemas para descobrir vulnerabilidades e corrigi-las, devolvam o montante.

publicidade

A Nomad funciona com o sistema de ponte cross-chain (cadeia cruzada), permitindo que os usuários enviem e recebam tokens diferentes, em uma espécie de banco das criptomoedas.

Leia mais:

“Estamos trabalhando ativamente com uma empresa líder em análise de blockchain e com as autoridades para rastrear os fundos. Todos os envolvidos estão preparados para tomar as medidas necessárias nos próximos dias”, disse a empresa, admitindo o roubo. “Se você pegou tokens ETH/ERC-20 com a intenção de devolvê-los, agora temos um processo para você fazer isso. O custodiante de criptomoedas Anchorage Digital cuidará e protegerá os ativos devolvidos”, finalizou a Nomad.

Por fim, a maior parte dos bens devolvidos, foram stablecoins, com US$ 3,78 milhões em USD Coin (USDC) e US$ 2 milhões em Tether USDT (USDT ) devolvidos através de endereços diversos.

Mineração de criptomoeda Bitcoin
Imagem: kitti Suwanekkasit/Shutterstock

EUA oferece recompensa de US$ 10 milhões por dados de hackers da Coreia do Norte

Sobretudo, o Departamento de Estado dos Estados Unidos está oferecendo recompensas de até US$ 10 milhões por qualquer informação ou ajuda que impulsione as investigações sobre o roubo de criptomoedas, espionagem cibernética e outras atividades ilícitas apoiadas pelo Estado da Coreia do Norte.

Em suma, em um tweet, o departamento disse: “Se você tiver informações sobre quaisquer indivíduos associados a grupos cibernéticos maliciosos vinculados ao governo norte-coreano (como Andariel, APT38, Bluenoroff, Guardiões da Paz, Kimsuky ou Lazarus Group) e que estejam envolvidos em atacar infraestrutura crítica dos EUA em violação o Computer Fraud and Abuse Act, você pode ser elegível para uma recompensa”.

Via: InfoMoney

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!