O Escritório Meteorológico Islandês (IMO) confirmou que vulcão Fagradalsfjall, perto da capital da Islândia, entrou em erupção, na última quarta-feira (3). Não há relato de feridos.

Registros feitos pelos meios de comunicação locais evidenciaram a quantidade de lava e fumaça saindo de uma fissura aberta no chão, ao lado da montanha Fagradalsfjall, que já no ano passado protagonizou uma erupção que durou seis meses.

publicidade

Leia mais:

O Olhar Digital noticiou esse primeiro evento que aconteceu após 6 mil anos de inatividade. Na época, cientistas aproveitaram para coletar amostras diárias de lava a fim de construir um catálogo integrado de modelos e monitorar a evolução geoquímica da erupção com uma riqueza de detalhes raramente alcançada. 

Nesse primeiro caso, foi tão bem monitorado e sondado que os cientistas tiveram a chance de capturar a evolução de uma erupção vulcânica quase em tempo real.

Um vídeo divulgado na última quinta-feira (5), que circula no Twitter, mostra a lava inundando os arredores e a fumaça oriunda do calor do material expelido pelo vulcão.

Apesar de a erupção deste vulcão ser relativamente pequena, o Departamento de Proteção Civil e Gerenciamento de Emergências alertou para a presença de gases tóxicos na região e recomendou que os moradores, turistas e curiosos evitassem a área.

O IMO emitiu um código vermelho que, por enquanto, proíbe o serviço de aviação civil no local. A erupção ocorreu a 15 quilômetros do aeroporto internacional do país. Se, após as análises feitas pelo órgão, a situação se mostrar controlada, as medidas de restrição na aviação podem ser reduzidas para o código laranja.

Por enquanto, o Ministério das Relações Exteriores, informou que “não houve interrupções nos voos internacionais na Islândia, os corredores permanecem abertos”.

Via: Reuters e The Byte

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!