A influenciadora digital e ativista da moda inclusiva para pessoas com deficiência, Izabelle Palma, conhecida como Belly, morreu aos 29 anos de idade, após sofrer um engasgo seguido de uma parada cardiorrespiratória.  

A morte da influenciadora foi confirmada por sua equipe nesta segunda-feira (29). Belly engasgou na sexta-feira (26) e acabou sofrendo uma parada cardiorrespiratória que a levou a uma morte encefálica.  

publicidade

Leia também!

“Em nome da Família e amigos desejamos toda luz, força e conforto aos que ficam. Belly foi um exemplo de amor, alegria, resiliência, superação e esforço em sua vida pessoal e Luta das Pessoas com Deficiência no Brasil. Que fique sempre registrado cada momento, pensamento e reflexões que ela trouxe e que se transforme em um legado de amor, gratidão e inspiração para todos nós”, disse o comunicado.  

publicidade

Belly Palma nasceu com mielomeningocele, uma má formação na medula espinhal e, por causa disso, usava cadeira de rodas. Em seu site, Belly relatou que passou por mais de 35 cirurgias, “sendo que a primeira e uma das mais delicadas foi com 9 horas de vida”. 

Além de influenciadora, Belly atuava como palestrante e modelo e utilizava da moda para enaltecer a luta de pessoas com deficiência. Formada em administração de empresas pela FAAP, Palma entrou para a lista da Forbes Under 30.  

publicidade
https://www.instagram.com/p/Ch3C7Y4v9NI/?utm_source=ig_web_copy_link

Grandes nomes, como Preta Gil, lamentaram a morte de Belly Palma. “Não não não, estivemos juntas na sexta, meu Deus”, comentou a cantora na publicação do perfil da influenciadora.  

O estilista Alexandre Herchcovitch também lamentou a morte da modelo. Assim como outros famosos, como Di Ferrero, Giovanna Nader, Bianca Della Fancy, Dudu Bertholini e Rita Carreira. 

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!