Depois da invasão da Rússia na Ucrânia e devido ao confronto entre ambos os países, diversas empresas e marcas estão saindo da Rússia e encerrando seus negócios no local.

E. recentemente, foram divulgados mais algumas marcas que irão finalizar suas atividades até o final deste ano. Confira a lista:

Leia mais:

A Logitech International é uma delas. A empresa informou nesta segunda-feira (29) que não manterá seus negócios na Rússia devido ao “ambiente incerto contínuo”, juntando-se a outras grandes empresas de tecnologia e telecomunicações para anunciar planos para uma saída completa.

publicidade

Em um comunicado, a empresa afirmou: “Em março, comunicamos que a Logitech interromperia os envios para a Rússia. Monitoramos a situação de perto e, lamentavelmente, as circunstâncias não nos permitem continuar a fazer negócios como antes”.

Conheça as empresas que encerrarão suas atividades na Rússia até o fim do ano
Imagem: II.studio/Shutterstock

Outra grande empresa de tecnologia que não irá mais exercer suas atividades na Rússia é a Dell. A organização informou neste sábado (27) que acabou com todas as operações russas logo após o fechamento de seus escritórios em meados de agosto.

Em fevereiro deste ano, a Dell suspendeu as vendas na Ucrânia e na Rússia, relatando que monitoraria a situação para firmar as próximas decisões.

O porta-voz da Dell, Mike Siemienas, informou à Reuters: “Em meados de agosto, fechamos nossos escritórios e encerramos todas as operações russas”.

“Em fevereiro, tomamos a decisão de não vender, prestar serviços ou oferecer suporte a produtos na Rússia, Bielorrússia e nas regiões de Donetsk e Luhansk da Ucrânia, além da já embargada Crimeia”.

Logo após as reportagens da mídia divulgarem que a Dell estava deixando o país, o Ministério da Indústria da Rússia falou que a maioria dos pesquisadores e engenheiros que eram funcionários da Dell na Rússia já estão contratados em novos empregos.

“Estamos monitorando o desenvolvimento da situação”, comentou o vice-ministro da Indústria e Comércio, Vasily Shpak, segundo a agência de notícias TASS.

“De acordo com nossos dados, a grande maioria dos especialistas do centro de P&D da Dell e engenheiros de suporte em São Petersburgo e Moscou já receberam ofertas de trabalho com remuneração competitiva de produtores russos.”

Conheça as empresas que encerrarão suas atividades na Rússia até o fim do ano
Imagem: rafapress/Shutterstock

Ainda nessa linha, a Ericsson divulgou que terminará com suas transações na Rússia nos próximos meses, e da mesma forma, sua rival finlandesa, a Nokia, afirmou que também planeja fechar a maioria de seus comércios russos até o final do ano.

Mesmo que a Ericsson tenha paralisado seu mercado na Rússia indefinidamente, por outro lado, a Nokia deu um passo adiante e disse que sairia completamente do país.

“Até o final do ano, a grande maioria dos nossos funcionários na Rússia terá saído da Nokia, e desocupamos todos os nossos escritórios”, comentou um porta-voz da Nokia. “Vamos manter uma presença formal no país até que o fechamento legal seja concluído”.

Conheça as empresas que encerrarão suas atividades na Rússia até o fim do ano
Imagem: Piotr Swat/Shutterstock

No começo de 2022, a Ericsson tinha dado licença remunerada para todos seus colaboradores, e registrou uma provisão de 95 milhões de dólares no primeiro trimestre para a diminuição de ativos e outros custos excepcionais relacionados à mudança.

Já a Nokia, que possuía aproximadamente 2 mil colaboradores na Rússia, informou que sua atividade restante no país está relacionada à manutenção limitada de redes críticas para cumprir suas obrigações contratuais e humanitárias.

Via: Reuters LogitechDellEricsson e Nokia

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!