O levantamento da Insights Report da Assespro-PR (Associação de Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação) de julho, mostra que o Brasil teve um crescimento de 43% das empresas do setor de TI (Tecnologia da Informação). O relatório revela que atualmente o país conta com 275 mil empresas de TI.

O estudo demonstra que o número de empresas de TI criadas entre 2012 e 2021 foi triplicado. As 13,4 mil novas empresas criadas em 2012 foram para 36,9 mil em 2022.

No levantamento entre os estados, São Paulo lidera como o estado com mais registros de empresas abertas, sendo 132 mil. Na sequência está o Rio de Janeiro com 26 mil e Minas Gerais com 20 mil.

Leia mais:

publicidade
(Imagem: Blue Planet Studio/Shutterstock)

Tempo de vida médio das empresas

O relatório da Insights Report de Junho da Assespro-PR também revelou o tempo em média que as empresas de TI ficaram ativas após sua criação. No Brasil o tempo de vida médio dos CNPJs de empresas de TI é de 5,6 anos.

As empresas de TI em São Paulo têm a média de vida igual à média nacional (5,6 anos), o Rio Grande do Sul teve a média de 5,9 anos e o Rio de Janeiro com 7,4 anos. O estado com empresas mais longevas foi o Acre, com a média de 7,5 anos.

Participação de mulheres e idosos no quadro societário

Outro ponto observado foi a redução na participação feminina no quadro de sócios das empresas de TI de 2012 para 2021. Em 2012 a porcentagem de mulheres era de 30% no quadro sócios, em 2021 a quantidade de mulheres foi reduzida para 20%. 

A participação de sócios com idade até 30 anos cresceu impressionantes 30 pontos percentuais, sendo que em 2012 esse grupo etário representava 3% do quadro de sócios, já em 2022 passaram a representar 33%. Porém a faixa etária de 41 a 50 anos permaneceu como predominante no período entre 2012 e 2022.

Esses dados mostram que cada vez pessoas mais jovens têm procurado empreender no setor de tecnologia.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!