A Conferência de Tecnologia de GPU da Nvidia não foi apenas sobre placas gráficas para jogos. A empresa tinha outras novidades na manga, inclusive no espaço de veículos autônomos

A grande fabricante de chips para jogos divulgou que seu novo projeto será investir em um novo sistema em chip (SoC) chamado Drive Thor, que foca na direção autônoma e assistida, bem como outras funções digitais, incluindo o entretenimento no carro.

Leia mais:

Além disso, a Nvidia confirmou que o SoC marca um salto significativo na “precisão da rede neural profunda”. 

publicidade

O chipset possui uma engine transformadora, uma nova adição ao Nvidia GPU Tensor Core. “As redes de transformadores processam dados de vídeo como um único quadro de percepção, permitindo que a plataforma de computação processe mais dados ao longo do tempo”, relatou a Nvidia. 

Jensen Huang anunciou o sistema e disse que o projetou usando os mais recentes avanços em gráficos e processamento para fornecer 2 mil teraflops de desempenho, mantendo os custos baixos.

A Nvidia é uma empresa bem conhecida no mercado de chips para jogos e em inteligência artificial (IA), e segue crescendo no serviços automotivo, um segmento importante para a empresa.

Danny Shapiro, chefe de negócios automotivos da Nvidia, informou que o Drive Thor poderá substituir diversos chips e cabos em seu automóvel, além de diminuir os gastos gerais do sistema, mesmo que não tenha dado números específicos sobre a economia.

“Você pode imaginar uma tremenda economia em termos de custo, em cabeamento e peso reduzido, e o consumo geral de energia reduzido”, afirmou Shapiro.

Nvidia
Imagem: Hairem/Shutterstock

Alguns fabricantes e montadoras de automóveis começaram a trabalhar na concepção dos seus próprios chips para ganharem mais controle e reduzirem os custos. Por exemplo, a Cruise, uma unidade de direção autônoma da General Motor, relatou recentemente que tinha desenvolvido os seus próprios chips para serem implantados até 2025. Atualmente eles utilizam chips da Nvidia. O primeiro cliente que a Nvidia anunciou para o Drive Thor é a empresa chinesa Geely.

Entretanto, esse anúncio ocorre em meio a preocupações sobre se os clientes chineses poderão continuar a ter acesso à tecnologia da Nvidia, com uma recente proibição dos EUA à exportação de dois principais chips de computação da Nvidia para o centros de dados do país asiático.

“Há muitas empresas fazendo um ótimo trabalho, fazendo coisas que beneficiarão a humanidade e queremos apoiá-las”, continuou Shapiro. “Nos casos em que temos produtos para datacenter com algumas restrições de exportação, estamos trabalhando com esses clientes chineses para encontrar um produto alternativo adequado”.

Via: Reuters | Engadget

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!