O Google anunciou nesta quinta-feira (6) seu retorno ao mercado de Tablets. Durante o evento “Made by Google”, onde a empresa também lançou os novos Pixel 7, Pixel 7 Pro e Pixel Watch, o novo Pixel Tablet foi revelado como um dispositivo que vai além das funções básicas de um tablet para se integrar a casas inteligentes. Diferentemente dos outros lançamentos de hoje, o Pixel Tablet foi apenas anunciado e deve chegar somente em 2023.

O novo tablet virá equipado com o mesmo chip Tensor G2 que está nos smartphones lançados hoje pelo Google. A empresa ainda não apresentou todos os detalhes do Pixel Tablet, então o tamanho da tela, resolução, memória RAM e outras informações ainda são desconhecidas.

Leia mais:

O que o Google compartilhou hoje diz respeito ao design do Pixel Tablet e a alguns recursos dedicados para a integração do dispositivo em casas inteligentes. Sua aparência lembra celulares mais antigos da empresa, como o Pixel 3, com uma forma retangular arredondada e uma parte traseira de vidro fosco. A empresa afirmou ter desenvolvido um novo “revestimento nanocerâmico” inspirado na sensação de toque da porcelana.

publicidade

Por isso, o Pixel Tablet incorpora pequenos pedaços de cerâmica na estrutura do dispositivo, feita de alumínio reciclado. O novo tablet do Google também rodará no Android, oferecendo bastante personalização e recursos para tela grande, como tela dividida e suporte para caneta. 

Pixel Tablet foi feito para casas inteligentes

O Google também afirma que a presença do chip Tensor G2, próprio da empresa, permite algumas coisas diferentes nesse tablet. Não há muitos detalhes, mas o processador está conectado a funções de reconhecimento de fala, videochamadas, edição de fotos e processamento de imagens no Pixel Tablet.

A ideia do Google para esse lançamento de 2023 é vendê-lo como um Assistente de voz sempre à disposição e como algo mais próximo de um Google Nest do que de outros Tablets. Afinal, sua base o deixa encaixado e integrado com sua casa, então há ainda mais funções para o Pixel Tablet fixado. Yao afirmou em entrevista ao Engadget que “os tablets são caseiros” e que pesquisas da empresa revelaram que a maioria dos tablets fica em casa 80% do tempo.

Por isso, para criar um tablet que seja “verdadeiramente útil 24 horas por dia, 7 dias por semana” e que “reúna o melhor do Pixel e da casa”, Yao disse que sua equipe criou um elegante dock de carregamento com alto-falantes.

Via: Engadget

Imagem: Divulgação / Google

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!