Arqueólogos desenterraram as duas espadas vikings encontradas em câmaras funerárias de pedra no centro da Suécia. O Olhar Digital publicou no início deste mês a descoberta das espadas que, suspeita-se, eram utilizadas como uma conexão entre os falecidos e o deus guerreiro nórdico Odin, e seu domínio Valhalla.

As armas ficaram intocadas por cerca de 1.200 anos e fornecem uma visão sobre a vida das pessoas que viviam lá. O grande campo funerário tem cerca de 100 sepulturas, que remontam ao final da Idade do Ferro entre 600 e 1.000 anos d.C.

Leia mais:

O arqueólogo Anton Seiler, envolvido na escavação dos Museus Históricos Estatais da Suécia, explicou à Newsweek o porquê desse local ter permanecido tão bem preservado durante todo esse tempo. De acordo com Seiler, “os locais de sepultamento da Era Viking estão frequentemente localizados em cumes e, portanto, não foram danificados pelo trabalho agrícola nos séculos posteriores”.

publicidade

As armas foram enviadas para conservação imediatamente após serem escavadas. “Após a conservação, quando os fragmentos forem reunidos, poderemos determinar o comprimento exato e a forma das espadas”, disse Seiler. “O desgaste e qualquer possível dano de batalhas também serão visíveis após a conservação.”

artefato-espada-viking
Imagem: Foto de uma das espadas antigas encontradas no local da escavação. Créditos: Museus Históricos Nacionais, CC BY

Espadas em câmaras funerário é incomum

Mesmo diante de tanta pesquisa e com tantas sepulturas descobertas, apenas 20 túmulos da Era Viking com espadas de Västmanland são conhecidos. Isso mostra o quanto essas sepulturas com espadas são incomuns. As espadas encontradas nas câmaras funerárias são feitas de ferro pesado e medem cerca de 1 metro de comprimento, porém, esse é um número difícil de estimar, pois os instrumentos foram quebrados quando foram pressionados no chão. As armas também resistiram a mais de mil anos de degradação.

A escavação na região foi iniciada para ampliar e construir uma rodovia entre duas cidades. Além das espadas, outros artefatos foram encontrados, como uma peça de caça de osso de baleia, vasos de cerâmica, rebites e pregos de ferro, entre outros. Os cientistas ainda não sabem o motivo de tais objetos estarem ali, por enquanto, todas as hipóteses levantadas são especulações.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!