O caso Elizabeth Holmes – ou como era conhecida mundialmente: a “nova Steve Jobs” – teve finalmente uma resolução. Nesta última sexta-feira (18), a executiva e cientista Elizabeth foi condenada a mais de 11 anos de prisão, após ser considerada culpada por ter enganado investidores e consumidores com sua a startup de testes de sangue.

O escândalo, que está em julgamento desde janeiro, envolve Elizabeth Holmes, que aos 31 anos foi nomeada pela Forbes como a mulher mais jovem do mundo a fazer a própria fortuna, além de ter sido fortemente comparada com o empresário Steve Jobs.

publicidade

Leia mais:

Ela administrava a Theranos, empresa que prometia descobrir doenças como câncer e diabetes sem a necessidade de muitas picadas de agulhas. Eles apresentaram uma máquina inovadora capaz de realizar exames médicos com poucas gotinhas de sangue dos pacientes, além de obter um resultado mais rápidos e mais baratos do que os concorrentes.

publicidade

Pela sua proposta revolucionária e juntamente com investidores de renome, como Rupert Murdoch e Larry Ellison, a empresa logo levantou US$ 945 milhões (mais de R$ 5 bilhões) e, no seu auge, conseguiu alcançar US$ 9 bilhões (R$ 48 bilhões).

O que parecia ser uma ideia inovadora e de grande sucesso, se tornou um incrível fracasso, após a cientista ter sido desmascarada pelo The Wall Street Journal, que comprovou a ineficácia do equipamento. 

publicidade
Theranos Elizabeth Holmes
Elisabeth Holmes foi a fundadora da startup Theranos

Na época, a defesa de Elizabeth alegou que diversos outros cientistas e engenheiros fizeram parte da criação do aparelho e que a falta de eficácia era mentira.

Porém, ainda assim, os jurados no julgamento escutaram os depoimentos de pacientes e investidores, e consideraram que todos estavam sendo enganados. 

publicidade

O caso de Elizabeth demorou para ter uma resolução, já que a primeira reportagem do Wall Street sobre o fato foi em 2015, e agora, mesmo com a sentença, Elisabeth poderá aguardar até 27 de abril de 2023 para se entregar, pois está grávida do seu segundo filho.

Antes de decretarem sua pena, a cientista chorou no tribunal em San Jose e afirmou: “Adorei a Theranos. Foi o trabalho da minha vida. As pessoas com quem tentei me envolver com a Theranos foram as pessoas que mais amei e respeitei. Estou arrasada com minhas falhas”.

elizabeth holmes

Além disso, a cientista se desculpou com os trabalhadores, pacientes e investidores da Theranos. “Me desculpem. Dei tudo o que tinha para construir nossa empresa e salvá-la. Eu me arrependo de minhas falhas com cada célula do meu corpo”.

Além de Elizabeth, Ramesh Balwani, COO da Theranos, também foi considerado culpado de todas as 12 acusações, em um julgamento separado, e pode pegar mais de 20 anos de prisão. Ele provavelmente receberá a sentença em 7 de dezembro.

O Olhar Digital fez uma matéria bem completa sobre quem foi Elizabeth Holmes, de sua ascensão até sua queda, clique aqui para conferir.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!