A mídia chinesa afirma que a Xiaomi está trabalhando em dois veículos elétricos. O primeiro deles, com codinome “Modena”, terá como rival o sedã Model 3 da Tesla. Imagens divulgadas na rede social Weibo mostram o suposto EV da Xiaomi camuflado rodando na China.

Com promessa de ser maior e mais potente que o concorrente, a fabricante de smartphones planeja lançar o veículo em duas versões: uma com preço inicial de até RMB 300.000 (R$ 230 mil) e a outra por RMB 350.000 (R$ 270 mil).

Vídeo relacionado

Veja também:

O modelo menos caro será alimentado por uma bateria de fosfato de ferro de lítio da BYD no padrão de 400V e virá com sensores desenvolvidos em parceria com a empresa alemã Continental.

publicidade
Imagem: Weibo/Reprodução

A variante de preço mais alto será construída em uma arquitetura de 800 V e usará a bateria Qilin da CATL, que pode ser carregada de 0 a 80% em apenas 15 minutos. O modelo terá ainda um processador Orin X da Nvidia e sensor LiDAR a bordo.

Ambas as versões terão cockpit inteligente e processadores Qualcomm 8295. Nada sobre desempenho e autonomia foi revelado pela empresa até aqui.

publicidade
Imagem: Weibo/Reprodução

O segundo veículo de produção da Xiaomi, de codinome “Le mans”, está programado para estrear em 2025. Não se sabe muito sobre ele, além de que contará com três motores e software desenvolvido pela própria Xiaomi.

Se tudo correr conforme o planejado, o primeiro EV da Xiaomi será lançado até o final deste ano e estará disponível no primeiro trimestre de 2024, diz o LatePost. O modelo passou por uma fase de testes de inverno em meados de dezembro e pode significa uma “pedra no sapato” da Tesla no mercado chinês.

publicidade

Imagem principal: Weibo/Reprodução

Via: Cnevpost

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!