Flamengo enfrentará o clube egípcio Al Ahly às 12h30 (horário de Brasília) deste sábado (11), no Estádio Ibn Batouta, na cidade de Tânger, no Marrocos, em partida para definir quem fica com o terceiro lugar do Mundial de Clubes de futebol de 2023.

Flamengo x Al Ahly
Data: 11/02 (sábado)
Horário: 12h30 (horário de Brasília)
Local: Estádio Ibn Batouta, na cidade de Tânger, Marrocos
Onde assistir: TV Globo, SporTV, Globoplay, Cazé TV e FIFA+

Leia mais:

A final da competição ocorre também no sábado, às 16h, com os algozes de Flamengo e Al Ahly nas semifinais, o Al Hilal e o Real Madrid, respectivamente, se enfrentando pelo título de campeão mundial de clubes.

publicidade

Leia mais:

A partida entre Flamengo e Al Hilal terá transmissão para todo o Brasil na TV aberta pela Globo, com narração de Luís Roberto e comentários de Júnior e Roger Flores. Na TV fechada, a partida será transmitida pelo SporTV, com Gustavo Vilani, Ricardinho e Lédio Carmona. Em smartphones e tablets, será possível acompanhar o clássico pelo Globoplay. Outra alternativa para assistir online é a Cazé TV, no YouTube e na Twitch.

Prováveis escalações de Flamengo x Al Ahly

Flamengo: Santos; Matheuzinho, Fabrício Bruno, David Luiz e Ayrton Lucas; Thiago Maia, Pulgar (Vidal), Everton Ribeiro, Arrascaeta; Gabigol e Pedro. Técnico: Vítor Pereira

Desfalques: Gerson (suspenso), Léo Pereira e Bruno Henrique (lesionados)

Al Ahly: El Shenawy; Hany, Metwaly, Abdelmonem e Maaloul; Aliou Dieng, Percy Tau, Fathi, El-Solia e Sherif; Abdelkader. Técnico: Marcel Koller

Desfalques: nenhum confirmado

Como Flamengo e Al Ahly chegaram até aqui

A edição de 2023 do Mundial de Clubes segue um formato que já se tornou tradicional, com sete clubes – os seis campeões continentais vigentes e mais um representante do país-sede. Os representes de América do Sul e Europa entraram direto na semifinal. Este será o último Mundial de Clubes com este formato.

O Flamengo chegou à competição entrando direto na semifinal, por ser o representante sul-americano, e enfrentou o Al Hilal. O clube carioca acabou batido pelo placar de 3 a 2, e terá que se contentar com a disputa de terceiro na competição deste ano.

Por outro lado, o Al Ahly teve um caminho mais longo até aqui. O clube do Egito chegou ao Mundial de Clubes como o representante africano, por ter sido o vice-campeão da Liga dos Campeões da África. O motivo para o Al Ahly ter chegado ao mundial mesmo perdendo a competição continental foi que o campeão da Liga dos Campeões africana foi o Wydad Casablanca, que ganhou sua vaga por ser do Marrocos, país sede do Mundial.

O Al Ahly bateu o Auckland City, da Nova Zelândia, na primeira fase da competição, passou pelo campeão da Concacaf Champions League, o Seattle Saunders, nas quartas de final, e acabou ficando no caminho no confronto com o Real Madrid na semifinal, onde perdeu por 4 a 1.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!