A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) anunciou nesta sexta-feira (24) a suspensão nas vendas de dezenas de lotes de preservativos masculinos por não passarem nos testes de estouro.

Entenda o caso

publicidade
  • Segundo a agência, dois produtos foram afetados, ambos da fabricante Blowtex: o Blowtex Zero e o Blowtex Sensitive Super Aloe Vera.
  • A medida foi adotada por divergência no prazo de validade informado nas embalagens.
  • Apesar da promessa de cinco anos de duração, a falha nos testes ocorreu depois de três anos.

Lotes que falharam nos testes

Preservativo Blowtex Zero:

2106011116; 2105130816; 2106781116; 2106041116; 2108031016; 2108591016; 2108071016; 2108081016; 2111051016; 2112681016; 2112080516; 2112080416; 2112090516; 2112380416; 2112091016; 2112070516; 2112830516; 2201060416; 2112060416; 2112080716; 2112800516; 2112341016; 2201651016; 2201050516; 2201980516; 2202011016; 2202021016; 2202030516; 2201160516; 2202040516; 2202050916; 2202051016; 2202060516; 2202080516; 2202100516; 2202080916; 2207020516 e 2207742716.

publicidade

Preservativo Blowtex Sensitive Super Aloe Vera:

2110050616; 2110060616; 2110070616; 2110480616; 2111020616; 2111070616; 2111080616; 2201020616; 2201030616; 2201140616; 2201150616; 2201970616; 2202050816; 2202060816; 2202500816; 2202510816; 2202690616; 2202700616; 2205930816.

publicidade

O que diz a Blowtex

A fabricante emitiu uma nota sobre o caso, alertando os consumidores para a data de validade incorreta presente em alguns preservativos. 

Alguns lotes de nossos preservativos Blowtex Zero e Blowtex Sensitive Super Aloe Vera têm uma data de validade incorreta. Esses lotes foram inicialmente produzidos com prazo de validade de 5 anos a partir da data de fabricação. Testes laboratoriais recentes indicaram que pode haver um risco maior de ruptura para preservativos com mais de 3 anos de fabricação.

nota oficial da Blowtex

Leia mais:

publicidade

Anvisa também proibiu venda de pomadas para modelar e trançar cabelos

Vale recordar que a Anvisa também proibiu recentemente a comercialização de todas as pomadas utilizadas para modelar e trançar os cabelos. Isso significa que nenhum lote de qualquer um desses produtos deve ser vendido ou utilizado por consumidores e profissionais da beleza. Saiba mais no nosso artigo completo sobre o caso.

Imagem principal: fongbeerredhot/Shutterstock

Com informações do G1

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!