A GSMA, associação global que representa os interesses das operadoras móveis de todo o mundo, revelou, durante o MWC 2023, que o 5G deve se tornar o meio de acesso à internet mais popular até o final desta década.

O 4G chegou em 2009 e concentra cerca de 60% dos acessos à rede móvel do mundo. Até 2030, esse percentual deve cair para 36%. Ao mesmo tempo, o 5G vai se tornar mais acessível, ultrapassando o 4G em 2029.

Leia mais:

Atualmente, 12% dos acessos à internet em celulares são por meio do 5G. Em 2030, chegaremos a 54% – algo em torno de 5 bilhões de conexões, segundo a GSMA. O gráfico abaixo ilustra esse movimento:

publicidade
Fonte: GSMA

Os detalhes do relatório da GSMA

  • O 5G ultrapassará o 4G em 2029 para se tornar a tecnologia móvel dominante, com a adoção em mais de 85% dos principais mercados até 2030.
  • As conexões 5G globais passarão de 5 bilhões até o final da década, com o setor a caminho de atingir 1,5 bilhão de conexões em 2023.
  • O 5G adicionará quase US$ 1 trilhão à economia global em 2030 e beneficiará todos os setores, com os serviços (46%) e manufaturas (33%) obtendo o maior parcela; 
  • A contribuição econômica do setor móvel ultrapassará US$ 6 trilhões até 2030.
  • A maioria das operadoras espera que as redes sem fio privadas representem até 20% de suas receitas empresariais totais, impulsionadas por melhorias nos recursos 5G.
LocalConexões 5G até 2030
CCG (Arábia Saudita,
Bahrein, Catar, Emirados Árabes Unidos, Kuwait e Omã.)
95%
Países desenvolvidos da Ásia e Pacífico93%
América do Norte91%
China88%
Europa87%
América Latina57%
CEI (12 dos 15 países da antiga União Soviética)41%
Oriente Médio e Norte da África40%
Demais países da Ásia 32%
África Subsaariana16%
Fonte: GSMA

5G chegando em novos países

Novos números da GSMA Intelligence mostram que as conexões 5G devem dobrar nos próximos dois anos, aceleradas por inovações tecnológicas e novas implantações de rede em mais de 30 países somente em 2023. Das novas redes a serem implantadas neste ano, espera-se que 15 sejam redes 5G Standalone.

O crescimento também virá dos principais mercados da Ásia/Pacífico e América Latina, como Brasil e Índia, que lançaram redes 5G recentemente. A Índia será especialmente significativa, com a expansão dos serviços da Airtel e Jio em 2023 – que deverá ser fundamental para a adoção contínua da região. A GSMA Intelligence prevê que haverá quatro redes 5G na Índia até o final de 2025, respondendo por 145 milhões de usuários adicionais. Muitos dos novos mercados 5G programados para lançar redes em 2023 estão em regiões em desenvolvimento na África – incluindo Etiópia e Gana – e na Ásia.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Imagem destacada: Metamorworks/ Shutterstock