Para chegar à lista final de filmes indicados e, depois, aos vencedores do Oscar, rolam votações entre os membros da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (ou só “Academia”, para simplificar). Parece simples, mas é quase um labirinto para quem observa de fora.

No total, a Academia tem mais de dez mil membros, dos quais 9,5 mil podem votar. Esse montante cresceu 65% nos últimos dez anos, graças a iniciativas para incluir mulheres, pessoas não-brancas e cineastas do mundo todo. A seguir, o Olhar Digital te explica como a premiação funciona.

Leia mais:

Quem vota no Oscar

Logo da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas
A Academia é um grupo enorme, porém seleto, de artistas da indústria do cinema (Imagem: Divulgação)

A Academia descreve seus grupos votantes assim: “limitado a artistas de cinema que trabalham na produção de filmes lançados nos cinemas”. Assim, ela divide esse pessoal todo em 17 categorias, de acordo com suas respectivas funções. A maioria dessas categorias segue a terminologia da premiação (por exemplo: direção, edição, atuação masculina e feminina etc).

publicidade

Você já deve ter percebido como a Academia é um grupo grande, porém seleto, de artistas. Só entra quem receber convite e tiver “patrocínio” de outros dois membros da sua respectiva categoria; ou já tiver sido indicado na premiação pelo menos uma vez. Por exemplo, no caso do Brasil, o diretor José Padilha (Tropa de Elite) recebeu convite, em 2013.

Além disso, os membros só podem votar dentro do seu quadrado. Padilha, por exemplo, só pode votar na categoria Melhor Direção, porque é diretor. As exceções são as categorias de Melhor Filme, Melhor Filme Internacional, Melhor Documentário e Melhor Curta-Metragem, abertas para todos os membros que quiserem votar.

Como escolhem os indicados

Indicados ao Oscar de 2023
O processo para filmes chegarem às listas finais de indicados é complexo e envolve até cálculos (Imagem: Reprodução/The Hollywood Reporter)

Na fase de indicação, cada membro da Academia vota nas categorias do seu quadrado (se elas fizerem parte do Oscar) e, se quiser, nas de Melhor Filme, Melhor Filme Internacional etc (aquelas abertas a todos). Já quem fizer parte de alguma que não integre a premiação pode votar apenas nas abertas.

Além disso, algumas categorias têm uma espécie de “rodada bônus”, que serve como pré-eliminatória para encurtar as listas de indicados. Entram aqui categorias de música, som, efeitos visuais, maquiagem e penteado. Esse processo também vale para filmes não-estadunidenses (para eles, internacionais), documentários e curtas.

Quem vence nas categorias

Estatueta do Oscar
Para determinar os vencedores do Oscar é tão simples quanto escolher os indicados é complicado (Imagem: LanKS/Shutterstock)

Nesta parte do processo, acabam as complicações. Com as listas de indicados em mãos, os membros da Academia que quiserem votar podem escolher um favorito em cada categoria da premiação. Aí, quem receber mais votos, vence o Oscar. Simples assim.

Fontes: Mundo Educação e Vanity Fair

Imagem de destaque: Getty Images

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!