Nesta terça-feira (8), os EUA deram passo importante para banir o TikTok de seu território. Isso poderá acontecer por meio de projeto de lei, que possui apoio da Casa Branca, dado a crescente desconfiança dos países ocidentais com a rede social chinesa.

Jake Sullivan, conselheiro de segurança nacional estadunidense, ficou feliz com o documento, que permite o banimento de apps similares.

Leia mais:

O projeto, apoiado por ambos os partidos nacionais, permite que os EUA impeçam que determinados estados da nação explorem serviços de tecnologia, ameaçando a confidencialidade dos dados da população e a segurança nacional.

publicidade

Muitos congressistas entendem que o TikTok é um risco à segurança nacional dos EUA, assim como a maioria do Ocidente, que acredita na possibilidade de os chineses adquirirem acesso aos dados dos usuários, algo negado pelo app.

“É amplamente conhecido que o TikTok constitui ameaça à segurança nacional”, afirmou o senador republicano John Thune. A lei é designada por “Lei da Restrição” e permite ao Departamento do Comércio mais poderes para barrar a rede social.

O que diz o TikTok sobre a lei

Segundo a rede social, que tem mais de 100 milhões de usuários nos EUA, disse que a proibição equivale a “amordaçar a liberdade de expressão”.

Com informações de UOL

Imagem destacada: Shutterstock

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!