A Samsung anunciou que o novo Galaxy Watch 6 virá com One UI 5 Watch, nova versão da “interface de capa” do smartwatch que roda na plataforma Wear OS 3 do Google. Atualização vai refinar recursos existentes – por exemplo, rastreamento do sono e SOS de emergência – além de introduzir zonas de frequência cardíaca personalizadas.

Leia mais:

Novidades na interface do Galaxy Watch

Confira abaixo o que deve mudar na nova interface para relógios inteligentes da Samsung, segundo a empresa:

  • Monitoramento de sono
Pessoa com dedo estendido para tocar na tela do Samsung Galaxy Z-Flip
Usuários do Galaxy Watch verão pontuação de sono mais proeminente, que será visível no pulso (Imagem: Divulgação/Samsung)

Faz pouco mais de um ano desde que a Samsung reformulou, pela primeira vez, seus recursos de rastreamento do sono. Na próxima atualização, empresa sul-coreana divulgou que usuários verão pontuação de sono mais proeminente, que será visível no pulso.

publicidade

Ainda segundo a Samsung, quem usar seu recurso de treinamento do sono, baseado em cronotipo (predisposição que cada pessoa tem de sentir picos de energia e cansaço dentro de um ciclo de 24 horas), também poderá visualizar informações relacionadas a ele diretamente no pulso.

  • Sleep Mode

Empresa também está desenvolvendo seu modo de suspensão (o “Sleep Mode”). No momento, esse modo escurece a tela – sempre ativa – e silencia notificações, chamadas e alertas. Ideia é que, num pequeno ajuste, relógio use sensor infravermelho em vez do LED verde para ajudar a minimizar chances de a luz acidentalmente “acordá-lo”.

Com o One UI 5 Watch, relógio também será capaz de detectar quando usuário está dormindo e desligar dispositivos conectados, por meio do SmartThings, a plataforma de casa inteligente da Samsung.

  • Frequência cardíaca
Pessoa medindo batimentos cardíacos num Galaxy Watch
Nova interface para Galaxy Watch terá medição mais precisa e personalizável de frequência cardíaca (Imagem: Digital Trends)

Adicionar zonas de frequência cardíaca personalizadas é outra atualização importante anunciada pela empresa. Principalmente agora que a empresa sul-coreana e a Apple competem para atrair público com seus smartwatches premium.

Após cerca de dez minutos de corrida, relógio calculará cinco zonas de frequência cardíaca com base em seu VO2 máximo – “volume de oxigênio máximo”, que é a capacidade do corpo de transportar e metabolizar oxigênio durante exercício físico – e limiares aeróbicos/anóxicos.

Embora os modelos de Galaxy Watch atuais já tenham zonas de frequência cardíaca, elas se baseiam numa fórmula que leva em conta a idade. E não dá para editá-las. Assim como o IMC (Índice de Massa Corpórea), fórmula padrão é útil para estimativas, mas não fornece imagem precisa.

Segundo a Samsung, cálculo da zona personalizada será mais preciso. Mas ainda não está claro se usuários poderão editá-lo manualmente, se necessário.

  • Corrida e caminhada no Route Workout

Quem tem Galaxy Watch 5 Pro poderá aproveitar atualização do Route Workout – que, a princípio, permite importação de rotas de treino. Na nova interface, vai dar para usar recurso para corridas e caminhadas. Usuários também poderão pesquisar um banco de dados de arquivos GPX no aplicativo Samsung Health para obter recomendações de rota, em vez de importá-los de outro aplicativo.

  • Segurança
Galaxy Watch com recurso SOS ativado
Recurso SOS permitirá que usuários do Galaxy Watch se comuniquem e enviem localização para serviços de emergência (Imagem: Divulgação/Samsung)

Samsung informou que, na atualização, o recurso SOS de emergência permitirá que usuários se comuniquem diretamente e enviem dados de localização para serviços de emergência. Socorristas locais também poderão visualizar suas informações médicas, se fornecidas. Além disso, a detecção de queda será habilitada por padrão para usuários com mais de 55 anos.

Importância e disponibilidade

Essas atualizações de saúde e condicionamento físico podem ajudar a colocar a Samsung em pé de igualdade com o Pixel Watch, por exemplo. Enquanto isso, recursos de segurança aprimorados podem ajudar a fechar a lacuna com o Apple Watch.

O One UI 5 Watch não estará disponível até o final de 2023, embora a Samsung tenha dito que planeja anunciar mais atualizações em breve. Dito isso, usuários do Galaxy Watch 4 e 5 nos EUA e na Coréia poderão se registrar para um programa beta no aplicativo Samsung Members ainda em maio.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!