Cavaleiros do Zodíaco (Saint Seiya, no original) é um anime e mangá japonês que recentemente ganhou uma adaptação em live action para os cinemas. Embora não seja tão comum quanto as adaptações de heróis americanos, algumas adaptações de personagens das mídias japonesas já chegaram às telonas. Abaixo, confira outros 10 filmes baseados em animes e mangás japoneses.

Bleach

O protagonista Ichigo/ Crédito: Netflix (Divulgação)

Um original Netflix, “Bleach” é um filme japonês adaptado do popular anime e mangá de mesmo nome criado por Tite Kubo. 

Ichigo Kurosaki é um jovem comum, exceto pelo fato de que ele tem a habilidade de ver fantasmas. Sua vida muda completamente quando ele adquire poderes indesejados após conhecer Rukia Kuchiki, uma Shinigami responsável por guiar as almas para o além.

O filme foi lançado em 2018 e agradou parte dos fãs pela sua fidelidade à obra original.

publicidade

Rurouni Kenshin Part I: Origins

O protagonista Kenshin/ Crédito: Warner Bros.(Divulgação)

A aclamada série de mangá e anime “Samurai X”, criada por Nobuhiro Watsuki, foi adaptada para o cinema em uma franquia de 5 filmes japoneses que seguem fielmente a história original. Os longas agradaram os fãs da obra, que apreciam a fidelidade da adaptação.

O primeiro filme se passa no Japão do século 19, após a guerra de Bakumatsu, e acompanha a jornada do andarilho Kenshin Himura. Com uma espada invertida, Kenshin busca proteger os mais fracos sem recorrer à violência extrema, em uma tentativa de redimir seu passado como assassino.

Speed Racer

EMILE HIRSCH é Speed Racer/ Crédito: Warner Bros. Pictures (Divulgação).

Dirigido pelas irmãs Wachowski, “Speed Racer” é um filme americano baseado na série de anime e mangá homônima criada por Tatsuo Yoshida na década de 1960.

Speed Racer é um jovem piloto de corridas determinado a vencer o campeonato mundial em memória de seu irmão. Quando é contratado por uma equipe que promete ajudá-lo, ele descobre que está envolvido em esquemas de corrupção e deve lutar para limpar seu nome e proteger sua família

Apesar de ter sido mal recebido por público e crítica na época de seu lançamento, o filme foi reavaliado por cinéfilos e críticos ao longo dos anos, ganhando status cult graças ao uso pictórico do CGI e sua estética camp e artificial.

Cutie Honey

A heroína Cutie Honey / Crédito: Warner Bros. (Divulgação)

“Cutie Honey” é um filme de ação e ficção científica japonês dirigido por Hideaki Anno (conhecido por ter dirigido o anime Neon Genesis Evangelion), adaptação do famoso anime e mangá homônimo criado por Go Nagai.

O enredo segue Honey Kisaragi, uma jovem androide capaz de transformar-se em várias formas, enquanto luta contra a malvada gangue Panther Claw.

Apesar de pouco conhecido, Cutie Honey é um filme cultuado e tem uma legião de adoradores. 

JoJo’s Bizarre Adventure: Diamond Is Unbreakable Chapter I 

Elenco do filme / Crédito: Toho/Warner Bros.(Divulgação)

O cultuado cineasta japonês Takashi Miike é um especialista em adaptar animes e mangás para o cinema. Ele assina a adaptação do aclamado mangá “JoJo’s Bizarre Adventure”, escrito e ilustrado por Hirohiko Araki. O filme é baseado na primeira parte do quarto arco da obra original.

Jotaro Kujo, agora biólogo marinho, visita a cidade de Morioh em busca de Josuke Higashikata, seu parente distante. Juntos com outros aliados, eles utilizam seus superpoderes, os “Stands”, para investigar estranhos desaparecimentos e ocorrências suspeitas na cidade.

Leia também:

City Hunter

Jackie Chan estrela a adaptação/ Crédito: Golden Harvest (divulgação)

“City Hunter” é um filme de ação e comédia de Hong Kong, estrelado pelo famoso ator Jackie Chan. O filme é baseado no popular e bem sucedido mangá e anime de mesmo nome criado por Tsukasa Hojo.

Ryo Saeba é um detetive particular habilidoso e mulherengo, acompanhado por sua assistente Kaori Makimura, que secretamente nutre sentimentos românticos por ele. Eles são contratados para encontrar a filha desaparecida do CEO de um importante jornal. No entanto, durante a busca, Kaori fica descontente com as atitudes de Ryo, que parece ignorar seus sentimentos e flertar com qualquer mulher que apareça em sua frente.

Lady Oscar 

Lady Oscar ou Rosa de Versalhes / Crédito: Toho (Divulgação)

“Lady Oscar” é uma co-produção franco-japonesa lançada em 1979, dirigida pelo renomado cineasta francês Jacques Demy. O filme é baseado no mangá “Rosa de Versalhes” de Riyoko Ikeda, que ganhou uma adaptação em anime no mesmo ano do lançamento do longa.

O filme conta a história de Oscar François de Jarjayes, uma jovem nobre que foi criada como um menino e se torna capitã da Guarda Real Francesa durante a Revolução Francesa.

O filme não foi bem recebido na época, mas é cultuado pelos fãs do diretor.

Alita: Anjo de Combate

A ciborgue Alita em destaque / Crédito: 20th Century Fox (Divulgação)

“Alita: Anjo de Combate” é um filme de ficção científica e ação americano dirigido por Robert Rodriguez e produzido por James Cameron,  baseado no mangá “Gunnm” de Yukito Kishiro.

Em um futuro distópico, Alita, uma ciborgue com amnésia, é encontrada em um ferro-velho por um cientista. Ele a repara e a trata como se fosse sua filha. À medida que começa a descobrir mais sobre seu passado, Alita percebe que é uma guerreira treinada em artes marciais mortais e se envolve em conflitos na cidade de Iron City.

Embora tenha recebido críticas mistas, o filme tem uma grande base de fãs.

Death Note

O protagonista Light Turner / Crédito: Netflix (Divulgação)

Dirigido por Adam Wingard, “Death Note” é uma produção americana lançada pela Netflix, baseada no popular anime e mangá homônimo.

Na trama, um estudante encontra um caderno sobrenatural chamado Death Note, que tem o poder de matar qualquer pessoa cujo nome seja escrito nele. O jovem começa a usar o caderno para punir criminosos e criar um mundo melhor. No entanto, seu plano é interrompido quando um misterioso detetive começa a caçá-lo.

Apesar da maioria dos fãs da obra original terem criticado a liberdade poética da adaptação, o filme foi bem recebido por uma parcela de cinéfilos, que apreciaram sua ousadia e imaginação.

A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell

Scarlett Johansson protagoniza a adaptação / Crédito: Paramount Pictures (Divulgação)

“Ghost in the Shell” é um filme de ficção científica e ação americano, baseado no anime de mesmo nome lançado em 1995. Com efeitos especiais de última geração, a trama se passa em um futuro próximo e distópico, onde a tecnologia avançada permite a criação de humanos cibernéticos.

Scarlett Johansson vive Major, uma ciborgue agente especial que lidera uma unidade de operações especiais que lida com crimes tecnológicos. Quando Major descobre que pode ter sido enganada sobre sua verdadeira origem, ela começa a questionar a sua existência.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!