Com o Dia das Mães se aproximando, muitos não têm tempo de ir às lojas escolher presentes, então as compras online se tornam uma saída prática para a data.

Sabendo disso, muitos criminosos se aproveitam desse período de compras para aplicar golpes e lesar os consumidores. Além dos prejuízos financeiros, os consumidores podem ser vítimas de roubo de dados.

Uma análise da consultoria em cibersegurança Redbelt Security mostra que os cibercriminosos usam diversas táticas para enganar os clientes, como a criação de:

  • Sites falsos.
  • E-mails.
  • Mensagens de texto fraudulentas.
  • Anúncios falsos nas redes sociais.

Leia mais:

publicidade

Os anúncios falsos nas redes sociais têm sido muito usados pelos malfeitores que anunciam, principalmente, produtos eletrônicos.

As imagens do perfil geralmente mostram diversas pessoas segurando os produtos, dando a entender que se trata de clientes satisfeitos que receberam seus produtos, e fotos do suposto ‘estoque’ da loja, com diversos produtos disponíveis.

Marcos de Almeida, gerente de Red Team da Redbelt.

Atenção aos anúncios nas redes sociais

Postagens

Geralmente, as publicações desses perfis contam com diversas fotos de pessoas segurando os produtos vendidos pela empresa em locais públicos. As imagens postadas são do mesmo dia ou, no máximo, da mesma semana. Isso acontece porque, normalmente, os criminosos compram um perfil com vários seguidores e postam dezenas de fotos para “provar” que a loja é legítima.

Nome da loja

Normalmente, são nomes genéricos e que, ao serem procurados na internet, não é encontrada nenhuma informação relacionada àquele perfil.

Informações da loja

As “lojas” não possuem características básicas de uma empresa legitima, como um site, CNPJ, e sobretudo, um endereço físico. Alguns golpistas chegam a “criar” um cenário para tirar as fotos, passando a impressão de que há um escritório ou loja física.

Preços baixos

Esses perfis sempre ofertam produtos com preços extremamente mais baixos do que os das lojas oficiais. Normalmente, eles utilizam o argumento de serem revendedores oficiais da marca ou de serem produtos de devolução.

Contato por WhatsApp? Desconfie

Em geral, os meios de pagamento são apenas PIX e boleto. E, mesmo assim, ainda chegam a oferecer parcelamento em até 18x, uma condição que em lojas confiáveis só é ofertada para compras realizadas com o cartão da loja. As vendas são feitas somente via internet e o contato com o vendedor é sempre pelo WhatsApp.

Com informações de RedBelt.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!