Acessórios de celular são um dos itens mais pirateados dentro do mercado de tecnologia, visto que os apetrechos fazem parte da rotina da maioria dos públicos. Dentre os itens mais comuns, estão os fones de ouvido e os carregadores, que são divulgados com alta eficiência, mas com um preço baixíssimo. A seguir, confira algumas dicas para verificar se um acessório é original.

Leia mais:

Saiba como verificar se um acessório é original

(Imagem: Primakov/ Shutterstock)

Antes de efetuar a compra

  • Desconfie de preços muito baixos: desenvolver um produto original leva tempo, muitos testes, e material de boa qualidade para montá-lo. Desta forma, não faz sentido que um item de alta categoria seja vendido por um preço superbaixo no mercado. A única possível exceção é se dá quando o item está desatualizado ou foi descontinuado. Caso contrário, desconfie;
  • Analise os reviews dos usuários: procure por comentários, fotos, e estrelas que os compradores já tenham fornecido ao comprar o produto. Isso ajuda a verificar a autenticidade do aparelho;
  • Evite comprar de lojas com zero avaliações: isso serve para sites como Shopee e Mercado Livre, onde é possível verificar quantos produtos foram vendidos e quais as reviews enviadas. Se vir o anúncio de um produto “original”, com o preço muito baixo, e sem vendas registradas ou reviews, desconfie.
Fones de ouvido com painéis de energia solar da Adidas
Divulgação: Adidas

Após efetuar a compra

publicidade
  • Ateste a certificação do aparelho: no caso de carregadores oficiais da Apple, por exemplo, os usuários podem verificar sua autenticidade ao procurar por um selo de agência reguladora. Os itens comprados no Brasil devem ter o selo da Anatel, enquanto os comprados na Europa contém o “CE”. Também vale procurar selos da própria fabricante na caixa do produto e no prolongamento do design no acessório;
  • Examine a qualidade de acabamento: acessórios piratas não passaram por testes de qualidade e, por isso, detém funcionamento e acabamento muito frágeis. Dito isso, se um fone de ouvido ou carregador apresentar mal contato logo nos primeiros dias de uso, e este aparelho não possui os selos de certificação de agências reguladoras, desconfie. O mesmo vale para demais características duvidosas, como os plugues apresentarem uma aparência de queimado após o uso ou caso ele quebre dentro do celular;
  • Analise o funcionamento: procure pelas especificações técnicas do produto no site da fabricante e compare os dados com o funcionamento do eletrônico. Caso o carregador funcione mais devagar do que o indicado pela empresa, ou o fone de ouvido detenha um volume muito inferior ao divulgado, então são sinais claros de alerta;
  • Verifique a embalagem: procure por diferenças estéticas do produto e de sua embalagem comparando-os com aqueles vendidos no site oficial. Caso ambos os produtos (o que você comprou e o que está no site da fabricante) sejam de um mesmo modelo e linha, mas apresentem divergências estéticas, há uma grande chance de ser pirateado.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!