O IPTV (Transmissão de sinal de TV via protocolo IP) é uma forma de assistir televisão que se popularizou a partir de meados de 2015. E, desde então, vêm ganhando mais adeptos.

Mesmo tendo se popularizado por estar associada a utilização de sinal pirata, a tecnologia não é ilegal. Ou seja, pode ser usada conforme a lei das telecomunicações. Além dela, outra tecnologia que surgiu foi a TV Digital, trazendo mais qualidade de imagem e uma experiência evoluída quanto ao consumo de televisão aberta.

O Olhar Digital listou os principais termos técnicos sobre a TV Digital e o IPTV.

Leia mais:

publicidade

O que é o IPTV?

O IPTV, sigla para Internet Protocol Television, revoluciona a transmissão de televisão ao utilizar o protocolo de internet para fornecer conteúdo em tempo real. Diferente dos métodos convencionais, como antenas, cabos ou satélites, o IPTV utiliza uma infraestrutura de rede da internet para levar os sinais de TV diretamente aos usuários.

Em suma, com acesso a uma ampla variedade de canais, programas e conteúdos sob demanda, o IPTV transmite esses conteúdos por meio de pacotes de dados utilizando o protocolo IP, padrão da internet. Dessa forma, convertemos os sinais de TV em dados digitais e transmitimos pela internet até que cheguem aos dispositivos dos usuários.

Para usufruir do IPTV, é necessário ter um dispositivo compatível, como uma smart TV, computador, smartphone ou set-top box, além de uma conexão estável de banda larga para garantir uma transmissão de alta qualidade.

Vantagens e desvantagens do IPTV

Uma das grandes vantagens do IPTV é a possibilidade de personalizar a programação de acordo com as vibrações do usuário. Os provedores de IPTV oferecem pacotes de canais temáticos ou permitem que os usuários selecionem os canais específicos que desejam assistir. Além disso, o IPTV também disponibiliza recursos interativos, como gravação de programas, pausa e retrocesso ao vivo, guia de programação eletrônica (EPG) e integração com serviços de vídeo sob demanda.

No entanto, o IPTV também enfrenta desafios técnicos, como a necessidade de uma conexão de internet adequada para evitar travamentos e atrasos na transmissão. A qualidade da transmissão também pode ser assegurada por congestionamentos na rede ou pela capacidade limitada dos servidores de IPTV.

O que é a TV Digital?

A TV digital é um sistema moderno de transmissão de televisão que vem substituindo gradativamente o antigo formato analógico. Com o uso da tecnologia digital, ela proporciona diversos benefícios aos telespectadores.

VHF vs. UHF

Em resumo, foi um grande passo tecnológico, já que o sinal não sofre as oscilações do tempo por ser transmitidos diretamente de satélites e não por antenas como a TV Analógica. E por isso, enquanto a antecessora operava no sinal VHF (Very High Frequency), a TV Digital, utiliza o sistema de amplitude mínima ou conhecimento como UHF (Ultra High Frequency), trazendo assim uma experiência em imagem superior para o usuário e uma gama de canais e funções muito maior que na TV Analógica.

Ao contrário do sinal analógico, que era suscetível a interferências e apresentava qualidade de imagem e som limitado, a TV digital oferece uma experiência de visualização aprimorada, com resolução de alta definição e som estéreo. Além disso, a TV digital possibilita a transmissão de mais canais e oferece recursos interativos, como guia de programação eletrônica, pausa e retrocesso ao vivo, entre outros.

Pontos positivos e negativos

Ao migrar para a TV digital, os telespectadores podem desfrutar de uma experiência audiovisual mais imersiva. A alta definição de imagem e som garantido uma visualização nítida e uma qualidade sonora mais realista. Além disso, a TV digital possibilita a transmissão de canais adicionais em alta definição, oferecendo uma ampla variedade de opções de programação.

Outra vantagem da TV digital é a possibilidade de acessar serviços interativos e adicionais. Por meio do sinal digital, os telespectadores podem ter acesso a guias de programação eletrônica (EPG), que fornecem informações resumidas sobre os programas exibidos, permitindo que os usuários planejem e selecionem seus conteúdos preferidos.

Por outro lado, a TV Digital em alguns cenários pode apresentar falhas de sinal, principalmente em ambientes que tenha smartphones em frequências como a do 4G por estarem todas no sinal UHF, ou seja, via Satélite. Porém, se comparada com a tecnologia do VHF, ela possui bem menos interferência e a experiência de usuário é bem melhor.

Glossário:

Tabela  1 do Glossário
tabela 2
tabela 3
tabela 4

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!