Ao longo do tempo, a sujeira e a poeira podem obstruir o sistema de resfriamento do notebook, prejudicando a entrada de ar e comprometendo a eficiência do cooler interno. Isso resulta no superaquecimento do processador, causando problemas no sistema e redução de desempenho. Além disso, a pasta térmica aplicada inicialmente pode secar, endurecer ou perder eficácia, prejudicando a transferência adequada de calor entre o processador e o dissipador.

Por isso, é essencial realizar a limpeza do notebook regularmente e substituir a pasta térmica antiga por uma nova. Essas medidas são fundamentais para manter o sistema de resfriamento funcionando de forma eficiente, controlar a temperatura do processador, prolongar a vida útil do dispositivo e melhorar o desempenho geral, além de reduzir o ruído indesejado.

Leia mais:

O que é a pasta térmica?

Pasta Térmica / Crédito: Mika Baumeister (Unplash)

A pasta térmica é um composto condutor de calor utilizado para preencher as microfissuras e irregularidades entre o processador e o dissipador de calor em dispositivos eletrônicos. 

publicidade

Sua função é melhorar a transferência de calor, permitindo que o calor gerado pelo processador seja dissipado de forma mais eficiente, evitando o superaquecimento do componente.

Ela é aplicada em uma fina camada entre o processador e o dissipador, garantindo um contato mais efetivo e reduzindo as bolhas de ar que prejudicam a dissipação térmica.

Como limpar

Tempo necessário: 5 minutos.

A seguir, segue um guia básico para ajudá-lo a realizar essas tarefas com segurança:

  1. Abra o Notebook

    Verifique o manual do fabricante para obter instruções específicas sobre como abrir o dispositivo.

    Abra o notebook. Geralmente, você precisará remover parafusos localizados na parte inferior para acessar os componentes internos. Tenha cuidado ao abrir o notebook para não danificar os cabos ou conectores internos.

  2. Remoção do Cooler

    Para trocar a pasta térmica em um notebook, normalmente é necessário remover o cooler (ventoinha e dissipador de calor) que fica sobre o processador.

    Remova o cooler com cuidado: Uma vez que o cooler esteja solto e o cabo desconectado, remova-o com cuidado do processador. Certifique-se de levantá-lo de forma suave e uniforme, evitando movimentos bruscos que possam danificar o processador ou a placa-mãe.

  3. Limpeza do Cooler e do Dissipador de Calor

    Utilize um pincel pequeno e macio (se você possuir uma lata de ar comprimido, melhor) para remover a poeira acumulada no cooler e no dissipador de calor. Passe suavemente sobre as superfícies e as aberturas para remover a sujeira.

  4. Troca da Pasta Térmica

    Remova a pasta térmica antiga: Para remover a pasta térmica antiga do processador e do dissipador de calor, é recomendado o uso de álcool isopropílico e um pano macio, papel-toalha ou papel higiênico de qualidade que não solte fiapos. É importante ter cuidado para não deixar fiapos ou fragmentos na superfície, pois eles podem interferir na eficiência da transferência de calor entre o processador e o dissipador.

  5. Aplicação da nova pasta térmica

    Aplique uma pequena quantidade de pasta térmica no centro do processador. Use uma espátula ou uma seringa para espalhar uniformemente a pasta térmica em uma camada fina e uniforme.

  6. Recolocação do dissipador de calor

    Certifique-se de que o dissipador de calor esteja alinhado corretamente com o processador e pressione-o firmemente para baixo para garantir um contato adequado. Verifique também se todas as travas ou parafusos estão devidamente fixados.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!