De acordo com relatório State of the API 2022, da Postman (uma das plataformas de APIs mais populares), o Brasil é o 4º país com mais Interfaces de Programação de Aplicação (APIs) no mundo. Ao todo, 1,4 milhão de sistemas do tipo foram criados no território. 

O que você precisa saber:  

  • API é um programa usado para integrar novas aplicações com sistemas de software existentes — isso aumenta a velocidade de desenvolvimento, permitindo que você use uma API para aproveitar um código existente; 
  • Liderando o ranking mundial está os Estados Unidos, com 5,5 milhões de coleções de APIs; 
  • O país é seguido pela Índia (4,6 milhões) e China (2,6 milhões); 
  • Ainda conforme o levantamento, a solução foi mais procurada pelas áreas de tecnologia (29%), negócios e serviços de TI (28%), bancos, finanças e seguros (11%), saúde (4%), educação (4%) e vendas (4%). 

Leia mais! 

Entre as coleções de APIs mais ramificadas em 2022 estão as da Salesforce Platform (58 mil), Twitter (29,8 mil), Notion (24 mil), Microsoft Graph (18,9 mil), Slack Web (13,4 mil), WhatsApp Cloud (12,8 mil), Google Maps (11,7 mil), Stripe (9,5 mil) e DocuSign REST (7,2 mil). 

publicidade

APIs e segurança 

O uso das APIs, no entanto, enfrenta um dos maiores desafios da era tecnológica: a segurança. De acordo com o relatório, 52% dos incidentes ocorrem antes da integração da API completar um ano — inclusive, 20% desses incidentes são realizados no primeiro mês de integração. Desse modo, desde o desenvolvimento e durante a operação, o tráfego gerado pelas aplicações precisa ser monitorado continuamente. 

Muitos hackers exploram a vulnerabilidade para buscar a escalação de privilégios e invadir sistemas, roubando informações vitais de empresas e pessoas. Muitos desses criminosos estudam cada detalhe de certas APIs para encontrar brechas que possam passar despercebidas. 

Fabrizio Alves, CEO da VIVA Security, empresa de cibersegurança, ao Telesíntese. 

O executivo acrescentou que sem o monitoramento constante e em larga escala das APIs, a vulnerabilidade aumenta, podendo trazer prejuízos incalculáveis. Como exemplo ele citou o Open Banking, sistema de compartilhamento de informações entre bancos que usa APIs abertas. Um ataque a uma dessas interfaces pode expor dados privilegiados de diversos usuários. 

Sem um sistema de proteção, certamente uma hora a falha de segurança em APIs irá fazer com que a empresa sofra grande dano. 

Com informações do TeleSíntese e Mobile Time 

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!