Novas pesquisas que analisaram conjuntos complexos de dados globais da Covid-19 encontraram novas maneiras de simplificar as informações. E isso pode ajudar as autoridades de saúde a enfrentar surtos de doenças no futuro.

Para quem tem pressa:

  • Pesquisas que analisaram conjuntos complexos de dados globais da Covid-19 encontraram novas maneiras de simplificar as informações;
  • Isso pode ajudar as autoridades de saúde a enfrentar surtos de doenças no futuro;
  • “Cientistas em outros campos podem usar os métodos [do estudo] para explorar e tomar decisões informadas sobre os problemas que enfrentam”, acrescentou uma professora;
  • Descoberta veio do Centro de Ciência de Dados, da QUT (Universidade de Tecnologia de Queensland), na Austrália;
  • O estudo também forneceu novos insights sobre a pandemia de Covid-19 relacionados ao número diário de casos, mortes e medidas do governo.

Pesquisadores do Centro de Ciência de Dados, da QUT (Universidade de Tecnologia de Queensland), na Austrália, em colaboração com cientistas da Itália e da Suíça, usaram modelos avançados de estatística e ciência de dados para extrair informações em escala global.

Leia mais:

O estudo, publicado na revista científica Scientific Reports, forneceu novos insights sobre a pandemia de Covid-19 relacionados ao número diário de casos, mortes e medidas do governo. Os dados abrangeram 454 dias da pandemia – de 1º de março de 2020 a 29 de maio de 2021 – e incluíram 115 países.

publicidade

Nova pesquisa sobre Covid-19

Ilustração de ciência de dados sobre Covid-19
(Imagem: Reprodução/University of Penssylvania)

O pesquisador sênior em ciência de dados, Edgar Santos-Fernandez, disse que a pesquisa envolveu o mapeamento da evolução da pandemia.

Ficamos surpresos ao descobrir que poderíamos simplificar um conjunto de dados complexo com mais de 1.300 dimensões e classificá-lo em apenas dois grupos caracterizados por um punhado de recursos relevantes. Apesar da natureza complexa das estatísticas agregadas por país, conseguimos desemaranhar e extrair informações valiosas para ajudar a informar a tomada de decisões.

Edgar Santos-Fernandez, pesquisador sênior em ciência de dados

Os pesquisadores descobriram dois clusters globalmente, com países dentro de cada um exibindo padrões semelhantes em sua resposta à pandemia. Em um deles, por exemplo, os países reagiram com prazos e estratégias semelhantes em relação a medidas de rigor, como o fechamento de escolas, locais de trabalho e fronteiras.

Importância

Moça atravessando rua em frente a ônibus
(Imagem: Rovena Rosa/Agência Brasil)

O pesquisador Fernandez disse que os padrões identificados nos dados podem ajudar a prever a evolução de futuros surtos.

Esta informação pode ser usada para ajudar os governos e prestadores de cuidados de saúde a preparar e identificar estratégias mais eficazes em termos de intervenções e respostas não farmacêuticas.

Edgar Santos-Fernandez, pesquisador sênior em ciência de dados

A professora Kerrie Mengersen disse que a pesquisa destacou o imenso potencial da ciência de dados para descobrir insights mais profundos ocultos em conjuntos de dados complexos.

O que é igualmente empolgante é que os métodos desenvolvidos aqui não se aplicam apenas à pesquisa da Covid-19. Cientistas em vários outros campos podem usá-los para explorar e tomar decisões informadas sobre os problemas que enfrentam.

Kerrie Mengersen, professora

Os dados usados ​​na pesquisa foram obtidos do “Data Explorer” do Our World in Data e do CSI (Covid-19 Stringency Index), do OxCGRT (Oxford Coronavirus Government Response Tracker).

Com informações de Universidade de Tecnologia de Queensland e Scientific Reports

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!