A evolução da inteligência artificial pode trazer grandes benefícios para a sociedade. No entanto, o avanço da tecnologia também gera preocupações. De acordo com Eric Schmidt, ex-CEO da Alphabet Inc., anteriormente denominada Google, a desinformação em torno das eleições presidenciais dos Estados Unidos será desenfreada à medida que novas ferramentas tornaram a IA avançada mais acessível.

A disputa pela Casa Branca acontecerá no final de 2024 e deve ser marcada, mais uma vez, pela intensa polarização entre Democratas e Republicanos.

publicidade

Leia mais

Para Eric Schmidt, “as eleições de 2024 vão ser um desastre, porque as redes sociais não nos protegem da informação falsa gerada pela IA. Eles estão trabalhando nisso, mas ainda não resolveram. E, de fato, os grupos de confiança e segurança estão ficando menores, não maiores”. Ainda de acordo com ele, há uma ampla preocupação com os impactos da inteligência artificial no longo prazo, mas “o perigo de curto prazo é a desinformação”.

publicidade

Tecnologia x Fake News

  • O Google decidiu recentemente parar de remover do YouTube alegações falsas sobre fraudes nas eleições americanas de 2020. Segundo a empresa, a decisão tem como objetivo proteger a comunidade e ser um fórum de discussão aberta.
  • Questionado sobre a mudança dessa política, Schmidt disse que as redes sociais devem permitir “liberdade de expressão para humanos, não computadores”.
  • Ainda conforme o ex-CEO da companhia, “o que as redes sociais devem fazer é marcar todo o conteúdo, saber quem são os usuários e responsabilizar as pessoas se violarem a lei. Não resolve o problema de, você e eu discordamos em fatos, mas pelo menos estabelece uma base de que são seres humanos que estão fazendo essas afirmações”.
  • Em novembro de 2022, a OpenAI tornou público e gratuito o instrumento de conversação entre humano e computador através da inteligência artificial, o ChatGPT. Desde então, a ferramenta que permite gerar textos popularizou-se, assim como outras que permitem gerar fotos e vídeos através de textos.
  • As discussões sobre a regulamentação da IA, no entanto, não tem avançado na mesma velocidade.

Com informações da CNBC.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!