A presidente do Palmeiras, Leila Pereira, recebeu hoje o avião que comprou para facilitar a logística do clube quando o time atuar fora de casa. A Embraer realizou a entrega da aeronave em São José dos Campos, no interior de São Paulo.

  • A nova aquisição de Leila Pereira possui um alcance de 2.850 milhas náuticas (5.278 km)
  • Isso permitindo voos diretos para todos os destinos da América do Sul a partir de São Paulo.
  • Com a aeronave, o Palmeiras não ficará mais dependente das malhas aéreas das companhias durante as rodadas do Brasileirão, da Libertadores e outros compromissos no segundo semestre.

Leia mais:

Inicialmente, a presidente do clube paulista e da Crefisa solicitou uma aeronave com 98 lugares, porém, o avião é modelável e pode acomodar até 114 assentos, oferecendo flexibilidade de acordo com as necessidades do clube.

Todo o investimento para a compra do avião foi realizado exclusivamente pela presidente do clube, com o registro sendo efetuado pela Placar Linhas Aéreas, uma das empresas de propriedade de Leila Pereira e seu marido, José Roberto Lamacchia.

publicidade

Em uma entrevista concedida em fevereiro ao colunista do UOL, Danilo Lavieri, Leila já havia prometido que seriam realizadas licitações para comprovar ao Conselho que utilizar o avião de sua empresa seria mais vantajoso do que contratar outra empresa concorrente para prestar o mesmo serviço.

Embraer E-190-E2

O Embraer E-190-E2, modelo do novo avião que será usado pelo Palmeiras, é um modelo de aeronave desenvolvido pela Embraer, uma das principais fabricantes de aeronaves comerciais do mundo.

  • Faz parte da família de jatos E-Jets E2, que inclui também os modelos E-175-E2 e E-195-E2.
  • Versão atualizada e aprimorada do E-190, primeiro membro da família de jatos E-Jets.
  • Apresenta diversas melhorias em relação ao modelo anterior, incluindo aerodinâmica otimizada, novos motores, sistemas avançados e uma cabine mais confortável para os passageiros.
  • Motores Pratt & Whitney PW1900G, que são mais eficientes em termos de consumo de combustível e emissões.
  • Mais silenciosos em comparação com os motores utilizados no E-190 original.
  • O E-190-E2 conta com asas redesenhadas, que apresentam uma maior envergadura e um novo desenho de ponta de asa, chamado de “sharklets”.
  • Melhorias na aerodinâmica proporcionam uma maior eficiência, melhor desempenho em condições de pouso e decolagem, e redução do arrasto aerodinâmico.
  • Pode acomodar entre 97 e 114 passageiros, dependendo da configuração da cabine.
  • Frequentemente utilizada por companhias aéreas regionais e operadoras de voos de curta a média distância.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!