Após a Volkswagen entrar em negociações com a Tesla para adotar sua tecnologia de carregamento de veículos elétricos, o apelidado North American Charging Standard (NACS), a pressão da montadora de Elon Musk se voltou para a Toyota, que segue em silêncio sobre um possível acordo. 

O que você precisa saber: 

  • A atual expansão de carregadores da Tesla para outras marcas faz parte de um acordo da empresa com o governo dos EUA, que planeja instalar 500 mil carregadores de EVs nas estradas do país até 2030; 
  • O uso expandido dos Superchargers da Tesla foi apelidado de North American Charging Standard (NACS);  
  • A tecnologia de carregamento da Tesla vem ganhando força há semanas e deve se tornar o padrão norte-americano em breve;   
  • A Ford, GM, Rivian, Polestar e Volvo já adotaram o NACS; 
  • Assim como a VW, a Stellantis, dona de marcas como Jeep, Dodge, Chrysler, Fiat, Peugeot, Maserati e Ram, está em negociações; 
  • A Hyundai também está considerando o acordo. 

Leia mais! 

Enquanto as perspectivas sobre a VW, Stellantis e Hyundai são boas, a Toyota, que rivaliza com a VW em vendas anuais, ainda não comentou sobre a mudança da indústria no padrão de carregamento.  

publicidade

De acordo com o The Verge, aparentemente a empresa optou por não responder perguntas sobre a implementação da tecnologia da Tesla, que provavelmente deve se tornar padrão em todo o país em breve, segundo planos da Sociedade de Engenheiros Automotivos International (SAE). 

No Twitter, em resposta a uma publicação sobre o fraco desempenho de carregamento do Toyota bz4X, o CEO da Tesla disse que a montadora japonesa deveria “se juntar à coalizão NACS!”. 

A Nissan é outra grande marca que ainda não se pronunciou sobre a expansão do padrão. O Nissan Leaf é um dos poucos EVs que ainda usa os carregadores CHAdeMO de primeira geração. O Nissan Ariya, o EV de próxima geração da empresa, já utiliza o atual Combined Charging System (CCS). 

Ter a VW à crescente coalizão NACS é a cereja do bolo para Tesla, já que a fabricante é a quarta maior vendedora de veículos elétricos na América do Norte, atrás apenas da própria Tesla, Ford e GM. Na Europa, no entanto, ela lidera, assim, se a VW adotar o padrão de carregamento da Tesla é possível que outras marcas europeias como BMW e Mercedes a sigam. 

Em suma, o cenário indica que, ao menos no mercado dos EVs, Musk tem todas as “cartas na mão”, não se tratando mais de Se as rivais irão entrar no acordo, mas Quando irá acontecer. 

Com informações do The Verge

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!