A série Diablo, desenvolvida pela Blizzard Entertainment, é conhecida por sua atmosfera sombria, jogabilidade envolvente e narrativa épica. Ao longo dos anos, a franquia evoluiu e conquistou uma base de fãs fiel e apesar de não ser necessário jogar todos os títulos em sequência, a história de Diablo se interliga entre cada um dos jogos.

Leia também

Vale mencionar que o texto abaixo se trata de um resumo da história principal da franquia, mas há ainda outros capítulos que chegaram como DLC aos jogos, se tratando de conteúdos opcionais, mas que ainda assim complementam a história.

O inicio de tudo

imagem de capa do jogo Diablo
Diablo (Imagem: divulgação/Blizzard)

A história de Diablo começa quando um grupo de aventureiros descobre uma pequena cidade chamada Tristram, localizada acima de um antigo labirinto conhecido como Catedral, que por sua vez foi construída sobre a prisão de Diablo, o Senhor do Terror, porém, com o passar do tempo, o mal se espalhou e corrompeu a cidade.

publicidade

O jogador, ao chegar em Tristram, encontra a cidade infestada por criaturas demoníacas e precisa ajudar os habitantes a combater o mal. À medida que o jogador explora as profundezas da Catedral, ele enfrenta monstros e chefes cada vez mais poderosos, descobrindo segredos sobre o passado sombrio de Santuário e a ascensão de Diablo, o Senhor do Terror.

No clímax do jogo, o jogador finalmente enfrenta Diablo em sua forma demoníaca. Após uma batalha intensa, o herói triunfa sobre o Senhor do Terror e salva Santuário, porém se sacrifica para que sua jornada tivesse êxito, selando o poder demoníaco de Diablo dentro de si.

O mal ressurge mais uma vez

imagem de capa do jogo diablo 2
Diablo II Resurrected (Imagem: divulgação/Blizzard)

Diablo II se passa cerca de 1 ano após os acontecimentos do primeiro jogo e aqui, o nosso herói chega à cidade de Tristram, o mesmo local onde o Senhor do Terror, foi derrotado no jogo anterior. No entanto, a batalha contra Diablo desencadeou uma série de eventos que resultaram na destruição da cidade e na corrupção do mundo ao redor.

O arcebispo Lazarus, um seguidor leal de Diablo, trouxe o espírito do Senhor do Terror de volta e o prendeu em uma pedra sagrada conhecida como Soulstone. No entanto, Lazarus foi corrompido pelo poder de Diablo e se tornou seu servo.

Ao longo do caminho, o jogador encontra outros Lordes Demônios: Baal e Mephisto. Esses inimigos também estão em busca do poder das Soulstones e planejam usar sua influência para corromper Sanctuary.

O enredo de Diablo 2 gira em torno da luta do jogador contra as forças do mal, enquanto eles coletam as Soulstones e enfrentam os Lordes Demônios. À medida que a história se desenrola, o jogador descobre segredos sombrios sobre Santuário, a origem dos Lordes Demônios e o papel dos Anciãos, seres antigos que têm conhecimento sobre o destino do mundo.

O jogo culmina em uma batalha épica contra Diablo em seu próprio reino infernal, onde o herói, após passar por inúmeras provações enfrentando os mais fortes demônios, finalmente derrota o Senhor do Terror, mas não definitivamente…

O fim do Senhor do Terror

Capa do jogo Diablo 3
Diablo III (Imagem: divulgação/Blizzard)

A história do terceiro jogo se passa 20 anos após os acontecimentos de Diablo II e se inicia com um cometa caindo sobre a já conhecida cidade de Tristram. Os jogadores assumem o papel de um herói que é chamado para investigar o ocorrido e descobrir a origem desse evento cataclísmico.

Conforme a trama se desenrola, descobre-se que o demônio Diablo foi ressuscitado mais uma vez e busca dominar o mundo mortal. O personagem principal é guiado por Tyrael, o arcanjo da justiça, e encontra outros heróis ao longo do caminho, cada um com habilidades únicas que o auxiliam na jornada.

Os jogadores enfrentam hordas de monstros, exploram masmorras, coletam tesouros e lutam contra chefes poderosos em sua jornada para derrotar o Senhor do Terror, enfrentando inclusive outros demônios poderosos já famosos da série Diablo, como Azmodan e Belial.

No final, os jogadores se confrontam com Diablo em uma batalha épica para salvar o mundo de sua influência maligna e o derrotam mais uma vez. Porém, temos ainda de enfrentar o arcanjo Malthael, que concluiu que não só os demônios deveriam morrer, mas todos os seus descendentes: os nefilins e humanos.

Após uma intensa batalha contra o arcanjo que agora se autodenomina o Anjo da Morte, nosso herói o derrota e destrói a Pedra Negra das Almas que estava sob sua posse, liberando assim todas as almas que estavam aprisionadas nela, incluindo a de demônios absolutamente poderosos. Porém, apesar disso, a paz passa a reinar de forma consistente.

O mais novo capítulo

Diablo IV (Imagem: divulgação/Blizzard)
Diablo IV (Imagem: divulgação/Blizzard)

A história de Diablo ganha seu quarto capitulo no jogo ambientado aproximadamente cinco décadas após os eventos finais de Diablo III, somos apresentados a Lilith, a filha de Mephisto, Senhor do Ódio como a antagonista principal, que juntamente com Inarius, é responsável pela criação do mundo conhecido como Santuário. No entanto, a terra está agora em um estado devastado e em um momento crítico.

Lilith é conhecida em todo o Santuário como a Rainha da Súcubos, que são demônios na forma de mulheres. Seu retorno ao Santuário iniciou uma nova era de escuridão e despertou o mal em muitos humanos, provocando também a aparição de diversos cultos em sua idolatria.

Durante a história, o protagonista acaba sendo enganado e acidentalmente ingere o sangue da filho do ódio. Esse acontecimento concede ao seu personagem visões e uma conexão com a figura demoníaca conhecida como Mãe de Santuário ou Mãe da Humanidade. Paralelamente, um outro indivíduo misterioso passa a seguir o protagonista, demonstrando um interesse peculiar no mesmo. E assim, cabe a nós mais uma vez combater os demônios e livrar santuário de todo o mal.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!