O Twitter continua com caixa negativo. A afirmação é do próprio dono da rede social, Elon Musk. Segundo ele, o resultado se deve a uma queda de quase 50% nas receitas provenientes de publicidade. O empresário, no entanto, não detalhou o período no qual a queda de receita foi registrada.

Leia mais

“Ainda estamos com fluxo de caixa negativo, devido à queda de aproximadamente 50% na receita de publicidade, além da pesada carga de dívidas”, escreveu Musk na sua conta pessoal do Twitter, em resposta a um usuário.

Elon Musk confirma perda nas receitas do Twitter (Imagem: Reprodução/Twitter)

O bilionário havia sugerido que o fluxo de caixa da empresa poderia ficar positivo no mês de junho, o que não se concretizou. “Precisamos alcançar um fluxo de caixa positivo antes de nos darmos ao luxo de qualquer outra coisa”, disse ele também na rede social. E completou, afirmando que “julho é um pouco mais promissor”.

publicidade

As declarações sobre a situação financeira do Twitter contradizem o que foi dito pelo empresário em uma entrevista em abril deste ano. Na oportunidade, o bilionário afirmou que “quase todos os anunciantes voltaram ou disseram que vão voltar”.

Demissões e saída de anunciantes

  • Elon Musk comprou o Twitter em outubro do ano passado, por US$ 44 bilhões (cerca de R$ 212 bilhões), e logo em seguida promoveu uma série de demissões em massa para tentar equilibrar as contas da empresa.
  • Segundo o dono da rede social, os gastos foram reduzidos em US$ 1,5 bilhão, e a plataforma está a caminho de registrar US$ 3 bilhões em receita em 2023, contra US$ 5,1 bilhões em 2021.
  • Muitos anunciantes deixaram o Twitter após fortes críticas sobre a falta de controle em relação aos conteúdos postados nas redes sociais, especialmente fake news.
  • Em meio ao cenário, Musk deixou o cargo de CEO da empresa, sendo substituído por Linda Yaccarino, ex-chefe de publicidade da NBCUniversal da Comcast.
  • O movimento sinalizou que as vendas de anúncios são uma prioridade para o Twitter.
  • Na quinta-feira (13), a rede social anunciou que criadores de conteúdo selecionados serão elegíveis para obter uma parte da receita de anúncios da plataforma em uma tentativa de atrair mais criadores de conteúdo para o Twitter.

Com informações de Reuters.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!