Uma ferramenta inusitada foi utilizada para encontrar uma menina de 15 anos sequestrada em agosto de 2022. Com um Nintendo Switch e colaboração da fabricante do console, o FBI conseguiu localizar a jovem que ficou desaparecida durante 11 dias.

Conversas na internet levaram ao sequestro

  • Conforme relata o ABC15, as informações transmitidas por um Nintendo Switch foram utilizadas para encontrar a jovem raptada em agosto do ano passado.
  • A adolescente não identificada residia no estado norte-americano de Virgínia era uma pessoa caseira conforme o relato de familiares e amigos, portanto, a jovem dificilmente fugiria de casa;
  • Porém, ela conheceu Ethan Roberts de 28 anos na plataforma de bate-papo online, Omeagle em janeiro de 2022;
  • Na época, a jovem tinha 14 anos e ficou conversando durante dias com o estranho;
  • Nas conversas, Roberts enviou nudes para a garota e solicitou que ela também enviasse;
  • O estranho viajou de seu apartamento em Tolleson, Arizona até a cidade natal da jovem para sequestrá-la e mantê-la em sua casa;
  • Conforme apurado pelo Kotaku, que conferiu os documentos judiciais do caso, o criminoso coagiu a adolescente para que ela procurasse estranhos no Omeagle para vender fotos nuas via Snapchat nos 11 dias que ficou mantida sob cárcere privado.

Leia mais:

Após o desaparecimento da jovem, a população de Virgínia espalhou panfletos pelas ruas para localizá-la. Porém, ninguém conseguiu identificar sua localização até o dia que o criminoso permitiu que a garota ligasse seu Nintendo Switch para assistir vídeos no YouTube e baixar um jogo.

Então, um amigo da jovem viu que ela estava online no console e informou as autoridades. Com a cooperação da Nintendo, a FBI obteve o endereço IP do Switch, descobriu sua localização e se foi até o local para prender o criminoso.

publicidade

Em entrevista à ABC15, o diretor aposentado do Departamento de Segurança Pública de Arizona, Frank Milstead disse que as agências policiais costumam usar informações de rastreamento de dispositivos para encontrar pessoas desaparecidas e prender suspeitos de sequestro.

Provavelmente não é nada que alguém tenha pensado neste momento. O fato é que outra pessoa [amigo da jovem] foi brilhante o suficiente para dizer ‘Ei, olhe, minha amiga está online e ela está desaparecida, e eu preciso contar a alguém’.

Tudo está conectado a Wi-Fi [e] LTE (dispositivos de evolução de longo prazo). Um telefone celular, um iPad, um relógio, seja o que for – você pode usar essas coisas para localizar pessoas. Os bandidos precisam saber que a polícia está de olho e que você está deixando uma pegada digital por onde passa. Nós o encontraremos.

Frank Milstead, diretor aposentado do Departamento de Segurança Pública de Arizona.

Ethan Roberts foi indiciado por quatro acusações, incluindo aliciamento online de menor, transporte de menor e recebimento de pornografia infantil. O sequestrador foi condenado a 30 anos de prisão federal.

Com informações de Kotaku e ABC15.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!