A China se tornou uma potência mundial na fabricação e vendas de veículos elétricos. No entanto, o aumento expressivo nessa produção causou um efeito negativo e visível em vários locais do país: a criação de verdadeiros cemitérios de carros elétricos abandonados.

Lei mais

Carros elétricos novos e abandonados

  • Imagens que viralizaram nas redes sociais mostram milhares de carros, alguns em ótimas condições, deixados em grandes depósitos a céu aberto.
  • Segundo relatos, são modelos recentes de fabricação chinesa, caso do Geely Kandi K10 EV, o Neta V e o BYD.
  • As fotos mostram que a maioria dos carros é na cor branca e alguns até têm plástico cobrindo os assentos, indicado uma baixíssima quilometragem ou até mesmo que esses veículos nunca sequer tiveram um dono.

Vídeo mostra centenas de milhares de veículos abandonados:

Crédito: serpentza/YouTube

Como explicar a criação desses “cemitérios elétricos”?

  • Uma das teorias de especialistas é que os cemitérios de carros elétricos chineses tenham sido criados a partir de um esquema de vendas infladas.
  • Quanto maior a produção, mais carros são contados nos relatórios enviados pelas empresas ao governo da China para recebimento de subsídios.
  • Pequim adota uma série de incentivos para diversos setores, em especial na área de tecnologia.
  • Muitas dessas falsas vendas, acredita-se, são feitas para as próprias montadoras.
  • O resultado é que, supostamente, esses carros nunca chegam às lojas.
  • Por isso, acabam sendo transportados para os depósitos registrados nas imagens.
  • Contudo, tudo isso não passa de uma teoria!
  • O mistério continua no ar. Afinal, não seria melhor vender ou até exportar esses automóveis?

Impactos ambientais

  • A situação também gera um alerta sobre a questão ambiental.
  • Carros elétricos podem ser mais sustentáveis e prejudicar menos o meio ambiente na comparação com os movidos por combustíveis fósseis. Clicando aqui, você vai ver que nem sempre é bem assim.
  • No entanto, a degradação desses produtos na natureza causa um impacto no planeta.
  • Além disso, esses veículos possuem baterias que são muito prejudiciais à natureza quando expostas ao ar livre.
  • Até agora, nenhuma fabricante de veículos ou autoridade do governo chinês se manifestou sobre o assunto.

Com informações de InsideEVs.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!