Carros mais sofisticados também significam carros tecnológicos. No entanto, apesar dos modelos novos estarem quase sempre conectados à internet, ainda não há regulação quanto ao destino dos dados coletados, como localização, imagens de câmeras e informações do smartphone conectado. Agora, a Agência de Proteção à Privacidade da Califórnia quer investigar e descobrir o que acontece com esses dados.

Leia mais:

O que aconteceu

A Agência de Proteção à Privacidade da Califórnia anunciou na segunda-feira (31) uma investigação para descobrir para onde vão os dados de carros que estão frequentemente ou sempre conectados à Internet.

A Agência, criada em 2020, tem o objetivo de fiscalizar o que é feito com os dados dos cidadãos californianos, bem como assegurar seu direito de consentir ao compartilhamento dessas informações.

publicidade
Carros
Agência dos EUA quer saber: para onde vão os dados coletados pelos carros? (Imagem: Alf Ribeiro/ Shutterstock)

Qual o problema disso?

  • Com a maioria dos carros tendo recursos de conexão à internet nos últimos anos, especialmente aqueles que incentivam o proprietário a conectar um smartphone ao sistema, dados do próprio celular, localização e rotas podem ser armazenadas pelo veículo.
  • Quando essas informações são conectadas com outras disponíveis online, é possível estabelecer, por exemplo, onde uma pessoa mora, que horário sai de casa para o trabalho, quais são seus hábitos e até a frequência com que vai ao médico.
  • Sem uma regulação adequada, seguradoras de carro também podem se aproveitar disso e usar os dados coletados para, por exemplo, descobrir se uma pessoa estava dirigindo acima da velocidade permitida antes de um acidente.
  • O problema de tudo isso é que, atualmente, as empresas que coletam os dados dos veículos não têm políticas que definem o que podem e não podem fazer com essas informações.
Imagem mostrando radar em funcionamento numa rodovia
Dados coletados poderão entregar informações pessoas dos proprietários, como rotas comuns, horários e até localizações precisas (Imagem: Divulgação)

Investigação do destino dos dados

Segundo o diretor executivo da Agência, Ashkan Soltani, os carros são grandes computadores, mas ainda não há transparência sobre os dados.

Os veículos modernos são efetivamente computadores conectados sobre rodas. Eles são capazes de coletar uma grande quantidade de informações por meio de aplicativos, sensores e câmeras integrados, que podem monitorar as pessoas dentro e perto do veículo. Nossa Divisão de Execução está fazendo investigações no espaço de veículos conectados para entender como essas empresas estão cumprindo a lei da Califórnia quando coletam e usam dados dos consumidores.

Ashkan Soltani

Com informações de The Washington Post

Já assistiu aos nossos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!