Quais são efeitos da atividade física domiciliar em pessoas com sequelas do Covid-19? Pesquisadores do Centro de Medicina do Estilo de Vida da Faculdade de Medicina da USP (FMUSP) procuram por voluntários para conseguir responder a essa pergunta.

O estudo liderado pela universidade visa avaliar como um programa de exercícios domiciliares, ou seja, feitos em casa, conduzidos remotamente e monitorados pela equipe de pesquisa, impacta a saúde dos pacientes com a condição conhecida como “Covid longa”.

publicidade

Para se voluntariar, os indivíduos precisam cumprir a alguns requisitos. Confira:

  • Homens ou mulheres com 40 anos ou mais.
  • Diagnóstico de Covid-19 há mais de três meses.
  • Acesso à internet em casa.
  • Que apresentem sequelas da doença, como fadiga, dificuldade respiratória, fraqueza ou dor muscular.

A participação na pesquisa é totalmente gratuita.

publicidade

Leia mais:

Plano do estudo

  • Durante quatro meses, os voluntários serão acompanhados remotamente pela equipe de pesquisa Fisiologia Aplicada e Nutrição da FMUSP.
  • Uma bateria de exames será realizada no início e ao final do estudo.
  • A pesquisa dividirá os voluntários em dois grupos: os que farão exercícios físicos personalizados e os que não farão exercício. Ambos terão os sintomas acompanhados pela equipe.
  • Os exames serão feitos em três visitas ao Hospital das Clínicas da FMUSP: duas no início e uma no final.
  • Serão avaliadas a função pulmonar, cardíaca, respiratória, muscular e cognitiva.

Os interessados precisam se inscrever no estudo, preencher um formulário de cadastro disponível no portal oficial da USP e aguardar o contato da equipe de pesquisa.

publicidade

USP descobriu que terapia celular pode reduzir mortes por Covid-19

Em parceria com cientista da Alemanha e Estados Unidos, pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP), realizaram uma revisão sistemática e meta-análise para investigar ensaios clínicos que utilizaram a terapia celular para tratamentos contra a Covid-19. Segundo esse estudo, o método pode reduzir 60% do risco de morte provocada pele doença.

A terapia celular é uma técnica aplicada no tratamento do câncer, doenças autoimunes, cardíacas e infecciosas. Ela consiste em introduzir células saudáveis no organismo do paciente com o objetivo de restaurar ou modificar conjuntos específicos de células, promover terapia em todo o corpo ou modular as funções de células doentes. Confira os detalhes da decoberta.

publicidade

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!