Recentemente, a Polícia Civil de Minas Gerais alertou para um novo golpe que está circulando nas redes sociais. Os criminosos criam perfis falsos e prometem aos usuários um retorno de cinco vezes o valor investido, se eles fizerem um depósito via Pix. Veja todas as dicas e informações relevantes que o Olhar Digital listou sobre como se proteger do golpe da Tabela Pix.

Leia mais:

O que é o Golpe da Tabela Pix?

O Golpe da Tabela Pix consiste na criação de perfis falsos ligados a investimentos. Geralmente os criminosos afirmam por meio de publicações, tanto no feed quanto nos stories, que ao usuário investir uma quantia específica, teria um lucro de até 5 vezes em relação a esse valor.

“Os golpistas, além de ficarem com os valores, ainda conseguem obter vários dados pessoais, como nome completo, telefone e CPF. Assim, podem cometer outros crimes com os dados fornecidos”, informa a Polícia Civil.

imagem segurança
Entre os nomes que o golpe do pix possui, está o PIX EM DOBRO.(Imagem: Adobe Stock)

A vítima, por sua vez, se sentindo influenciada pelos possíveis ganhos, acaba depositando essa quantia na conta indicada pelo perfil por meio do PIX. A PM relata que:

publicidade

Como se prevenir do golpe?

A Polícia Civil orienta que, ao se deparar com perfis nas redes sociais que prometem dinheiro fácil, seja por meio do PIX ou por outras formas é importante não interagir de forma alguma.

O ganho fácil de valores é um atrativo para pessoas que buscam uma renda extra e fácil, o que não existe na realidade. Além disso, não é recomendado nenhum depósito visando o lucro fácil. Existe, ainda, outra modalidade, chamado “PIX EM DOBRO” ou “Golpe do bug do pix”. Relata a Polícia Civil.

imagem risco
Antes de qualquer investimento é preciso verificar os antecedentes da empresa. (Imagem: Adobe Stock)

A Polícia Civil informa que os criminosos, durante o golpe, indicam à vítima que, em razão de um erro interno no sistema Pix, ela precisa depositar valores usando uma chave aleatória fornecida por eles para poder alcançar os ganhos extras. Porém, quando a vítima se dá por conta que era um golpe já perdeu a quantia depositada.

O que fazer, caso o usuário caia no golpe?

O ideal é que você entre em contato com o banco o mais rápido possível e solicite a devolução do dinheiro. Você também pode denunciar o perfil infrator à rede social e à polícia. O usuário deve pedir o uso do mecanismo especial de devolução (MED), sistema criado pelo Banco Central, durante a solicitação de recuperação do dinheiro envolvido.