A CEO do X (antigo Twitter), Linda Yaccarino, anunciou nesta semana que a empresa está próxima do ponto de equilíbrio em termos de fluxo de caixa operacional – e espera atingir lucro no começo de 2024.

Para quem tem pressa:

  • Linda Yaccarino, CEO do X (antigo Twitter), disse que o fluxo de caixa operacional da empresa está próximo do ponto de equilíbrio – e espera atingir lucro no começo de 2024;
  • Durante a conversa, no evento Code Conference, a executiva também abordou a recente queda de downloads e engajamento na plataforma;
  • Sobre os recentes cortes de empregos, Yaccarino assegurou que a equipe responsável pela integridade das eleições está crescendo e robusta;
  • Elon Musk havia mencionado que a receita de publicidade da X nos EUA caiu 60%, mas a CEO afirmou que cerca de 1,5 mil anunciantes já retornaram à plataforma;
  • Ela assumiu o cargo em junho, enfrentando o desafio de revitalizar o negócio de publicidade do X após mudanças feitas por Elon Musk, que adquiriu a plataforma em 2022.

Durante a entrevista no evento Code Conference, na Califórnia (EUA), Yaccarino foi questionada sobre a recente queda de downloads e engajamento na plataforma. Embora tenha admitido que a X enfrentou desafios, ela enfatizou que a plataforma está passando por uma transformação significativa, segundo o Wall Street Journal.

Leia mais:

Yaccarino, ex-chefe de vendas de publicidade da NBCUniversal, assumiu a empresa em junho, enfrentando o desafio de revitalizar o negócio de publicidade da X após as mudanças drásticas feitas por Elon Musk, que adquiriu a plataforma no final de 2022.

publicidade

Linda Yaccarino na Code Conference

linda yaccarino
(Imagem: Anderson Nascimento/Shutterstock)

A executiva ressaltou que a rede social possui mais de 540 milhões de usuários globais, embora tenha redirecionado as perguntas sobre números específicos para uma visão mais ampla da empresa.

Sobre os recentes cortes de empregos que afetaram funcionários da X, Yaccarino assegurou que a plataforma está comprometida com a integridade das eleições e a equipe responsável está crescendo e robusta.

Elon Musk postou, em setembro, que a receita de publicidade da X nos EUA caiu 60%, sem especificar o período. Apesar disso, a CEO afirmou que cerca de 1,5 mil anunciantes já retornaram à plataforma, incluindo marcas como Oreo e Eli Lilly.

O ex-responsável pela confiança e segurança da rede social, Yoel Roth, também falou no evento, destacando que a plataforma está menos segura para os anunciantes do que costumava ser. Ele ressaltou que os profissionais de marketing precisarão de evidências de progresso na segurança que o X não pode oferecer.

Ao ser questionada sobre o relacionamento com Elon Musk, Yaccarino afirmou que ambos têm uma comunicação consistente e que ele tem sido solidário. A CEO negou a especulação de que ela seria uma “CEO apenas no nome” e destacou a vantagem de contar com a liderança de Musk no desenvolvimento de produtos.

A conversa também contou com reflexões de Yoel Roth, que ressaltou a mudança significativa na abordagem da plataforma em relação à segurança desde a aquisição por Musk.