O valor da conta de água pode cair drasticamente com a criação de pesquisadores do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts). O novo equipamento utiliza a energia solar para realizar a dessalinização – retirada de sais minerais – da água, tornando-a potável.

Como não precisa de eletricidade para funcionar, o sistema deve diminuir significativamente os custos de produção de água. Os detalhes do projeto foram publicados pelos cientistas e a Universidade Jiao Tong de Xangai na revista Joule.

Equipamento imita processo natural de dessalinização

O sistema teve inspiração num processo que já ocorre na natureza: a circulação termohalina dos oceanos. A partir de correntes circulares de água, semelhantes a pequenos redemoinhos e juntamente com a energia solar, o dispositivo promove a evaporação da água, deixando o sal para trás no processo.

Em entrevista para a Electrek, Lenan Zhang, cientista pesquisador do Laboratório de Pesquisa de Dispositivos do MIT, explicou a semelhança com fenômeno:

publicidade

Quando a água do mar é exposta ao ar, a luz solar faz com que a água evapore. Depois que a água sai da superfície, o sal permanece. E quanto maior a concentração de sal, mais denso é o líquido, e esta água mais pesada quer fluir para baixo. Ao imitar esse fenômeno de quilômetros de extensão em uma pequena caixa, podemos aproveitar esse recurso para rejeitar o sal.

Leia mais:

Economia

Apesar de não ser o único aparelho que usa energia solar com o mesmo propósito, os cientistas do MIT afirmam que este tem maiores taxas de produção de água e de retirada de sal.

  1. Segundo eles, o sistema pode produzir cerca de 4 a 6 litros (1 a 1,5 galões) de água potável por hora, se for projetado para o tamanho de uma mala pequena
  2. Possui materiais que duram vários anos antes de precisar trocar peças
  3. Considerando o desempenho, o equipamento conseguiria produzir água potável a preço mais acessível do que o método tradicional

Um dispositivo maior provavelmente produziria água potável suficiente para atender uma família pequena e abasteceria comunidades costeiras.

Imagem: Joule

Tecnicamente, como o sistema funciona?

  • É usado uma caixa fina e escura coberta com um material que absorve o calor solar
  • Essa caixa é dividida em duas seções: a parte superior e a inferior.
  • A metade superior da caixa tem um teto revestido com uma camada evaporadora que usa o calor do sol para aquecer e evaporar a água em contato direto.
  • O vapor de água resultante é canalizado para a metade inferior, onde uma camada de condensação resfria o vapor, transformando-o em água potável.
  • A caixa é inclinada dentro de um recipiente maior e vazio, e um tubo conecta a parte superior ao fundo do recipiente, enquanto flutua em água salgada
  • A inclinação da caixa e a energia térmica do sol fazem com que a água flua naturalmente através do tubo e entre na caixa.
  • Dentro da caixa, a água gira e cria pequenos redemoinhos que a mantêm em contato com a camada superior de evaporação e evitam a sedimentação de sal.