A inteligência artificial tem sido utilizada em diversas áreas, desde o diagnóstico médico até o planejamento de cidades. Mas a IA também pode ser uma grande aliada em um setor considerado estratégico: o energético. A tecnologia consegue prever situações de colapsos no sistema elétrico, como no caso de falta de energia eólica ou solar para abastecimento. Além disso, é capaz de criar estratégias para melhor aproveitamento da energia ou até soluções emergenciais em momentos de crise.

Leia mais

IA pode resolver questões simples e até mais complexas

  • Existem diferentes níveis de inteligência artificial.
  • As mais simples estão presentes em serviços de delivery de lanches e pizzas, por exemplo.
  • E as mais complexas, como as que podem fazer estudar, aprender novos conteúdos e apresentar soluções de acordo com a demanda, são utilizadas para resolver questões mais complicadas.
  • É o caso dos sistemas elétricos, segundo informações do Jornal da USP.
IA pode trazer melhorias para o setor elétrico (Imagem: Photo smile/Shutterstock)

Uso da tecnologia no sistema elétrico

A análise de demanda e aprendizagem pode ser uma das principais relações entre a IA e o setor de energia elétrica. A tecnologia pode fazer proveito do extenso banco de dados existente e aprimorar questões ligadas ao setor elétrico

Um caso concreto acontece no Texas, nos Estados Unidos. Por lá, o sistema de energia elétrica aproveita, consideravelmente, das fontes de energias renováveis abundantes na região, como a energia solar e a eólica. Entretanto, elas são de difícil armazenamento, ou seja, atualmente não há como guardar a energia solar que sobra hoje para usarem daqui uma semana.

publicidade

Dessa forma, a inteligência artificial é utilizada no gerenciamento desses recursos, ajudando a evitar desabastecimentos pontuais ou até problemas maiores no sistema energético.

Os pesquisadores desenvolveram uma forma de saber, com antecedência, uma condição de falta de energia eólica, solar, que pode levar o sistema ao colapso. Dessa forma, pode-se ver a energia que pode ser aproveitada ou armazená-la e utilizar no momento oportuno.

Fernando de Lima Caneppele, professor da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da USP em Pirassununga