Seguindo os passos da Amazon, o Spotify anunciou que disponibilizará mais de 150.000 audiolivros para assinantes premium.

Para quem tem pressa:

  • Durante evento, o CEO do Spotify, Daniel Ek, anunciou que os assinantes poderão transmitir 15 horas de audiolivros por mês;
  • Caso os usuários queiram mais tempo para escutar os livros, terão que comprar 10 horas adicionais por US$11 (cerca de R$56);
  • A novidade já foi lançada na Grã-Bretanha e na Austrália;
  • Em dezembro os audiolivros serão disponibilizados nos Estados Unidos e em mais países a seguir;
  • Ainda não há informação sobre o lançamento dos audiolivros no Brasil;
  • Será possível baixar os audiolivros para ouvi-los offline, como acontece com músicas e podcasts.

Leia mais:

Os audiolivros hoje têm um grande player dominante. E, assim como na música e no podcasting, acreditamos que muito mais consumidores desejam consumir audiolivros e ouvi-los.

E, assim como na música e no podcasting, estamos muito entusiasmados por poder trazer todas as ferramentas incríveis que construímos para criadores e consumidores para permitir mais descoberta desses incríveis audiolivros para o mundo inteiro.

Daniel Ek, CEO do Spotify.

Em 2022, como lembra o TechCrunch, o Spotify começou a disponibilizar audiolivros nos EUA após comprar a distribuidora de audiolivros Findaway. Até então, para reproduzir os títulos era necessário comprá-los separadamente no site do streaming.

De acordo com Alex Norström, diretor de negócios do Spotify, a empresa estima que dezenas de milhões de assinantes Premium têm interesse em ouvir audiolivros.

publicidade

Audible chega ao Brasil com audiolivro na Amazon lido em português

A Amazon anunciou, nesta terça-feira (3), o lançamento do serviço de livros em áudio Audible no Brasil. O recurso chega pouco tempo depois do cartão de crédito da gigante do varejo online e tem assinatura custando R$ 19,90 por mês para quem quer escutar obras literárias em nosso idioma. Saiba mais.