A montadora alemã BMW divulgou nesta terça-feira (10) que as vendas de seus veículos elétricos a bateria aumentarem 79,6% ano a ano no terceiro trimestre de 2023, alcançando 93.931 unidades comercializadas, conforme relatou a Reuters. 

Para quem tem pressa: 

publicidade
  • As vendas totais do grupo aumentaram 5,8% no trimestre de julho a setembro e 5,1% nos primeiros nove meses do ano, destrinchou a empresa; 
  • A notícia vem após a montadora retomar as vendas de todas as motocicletas com motor de combustão interna nos Estados Unidos — a comercialização estava suspensa, com exceção da moto elétrica BMW CE 04; 
  • Os números animam e seguem declaração da empresa feita em 2021 de que o domínio da Tesla estaria chegando ao fim. 

Leia mais! 

A BMW vem em uma escalada animada desde o ano passado, quando o chefe de vendas da BMW Group, Pieter Nota, disse que o domínio da Tesla no universo dos EVs estava chegando ao fim — ou ao menos começaria a enfrentar uma concorrência acirrada.  

publicidade

As afirmações acompanham os planos ambiciosos da empresa que incluem, até 2030, ter pelo menos uma venda em cada duas sendo de veículo elétrico. Só em 2022, a montadora planejou vender 200 mil unidades movidas a eletricidade globalmente, o que já era o dobro de 2021.  

Por que os carros elétricos são a bola da vez no mercado automotivo (e tecnológico) 

publicidade

Os veículos elétricos são destaque na estratégia de montadoras e na preferência dos motoristas devido à inovação quase que obrigatória do setor automotivo, que acompanha o avanço de outras tecnologias — como agora a IA — e os movimentos sustentáveis das big techs. Entenda mais aqui

Um levantamento da consultoria McKinsey indicou no ano passado que praticamente dois a cada três brasileiros (64%) veem com bons olhos ter um carro com energia limpa. Uma recente análise da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) elegeu o mês de setembro de 2023 como o melhor em vendas de veículos do ano, com destaque também para os veículos munidos de novas tecnologias.  

publicidade

Evolução em três anos: o volume de veículos comerciais leves dos tipos híbrido e elétrico que haviam sido emplacados em 2020 foi de 19,7 mil. Este ano, que nem mesmo chegou ao final, o total saltou para 57,5 mil.