Encontrar um modelo de celular que seja quase o tamanho da sua mão está cada vez mais difícil. Se você procurar por um alguns na internet, provavelmente só vai achar aparelhos antigos ou de baixa potência. Apesar de terem tomando conta do mercado uns anos atrás, os smartphones menores foram perdendo espaço para os maiores. A Apple, por exemplo, descontinuou sua linha de iPhone Mini no mês passado.

Numa busca incessante, um jornalista do site The Verge comparou alguns modelos que são considerados pequenos nos dias atuais e acabou descobrindo que ainda são grandes demais para se encaixarem nesse termo. Confira abaixo!

Quais são os “menores” smartphones do mercado?

  • O Asus Zenfone 10 foi anunciado com uma tela de 5,9 polegadas, mas na realidade tem tamanho semelhante ao de um Galaxy S23 ou iPhone 15 “normal”, ignorando os impactos da câmera.
  • O iPhone SE 2022 tem uma tela de 4,7 polegadas, mas ainda é maior do que um iPhone Mini de 5,4 polegadas (por incrível que pareça).
  • Os modelos Pixel 6A e Pixel 7 também podem ser considerados pequenos, mas são maiores do que os telefones Samsung ou Apple padrão, o que os exclui da categoria de “telefones pequenos”.
  • O Sony Xperia 5 V é chamado pela Android Police como o “carro-chefe compacto que os entusiastas dos telefones Android sempre desejaram”. Porém, ele é maior que o iPhone 15 e o Galaxy S23.
  • Ainda existem os smartphones dobráveis, que são pequenos só enquanto estão fechados.  O Galaxy Z Flip e o Moto Razr são quase tão grandes quanto o Pixel 8 Pro ou o iPhone 15 Pro Max.
  • Uma empresa chamada Unihertz possui uma linha com celulares pequenos. Os Jelly têm recursos interessantes, como teclado BlackBerry, botões programáveis ​​​​e LEDs extras. Porém, são desenhados para serem mais econômicos e não possuem processadores e câmera de última geração.

Leia mais:

Small Android Phone Project: projeto enfrenta dificuldades

Antes de seguir, precisamos te apresentar o Small Android Phone Project (ou Projeto do Celular Android Pequeno). No site, você pode assinar um documento para que o movimento ganhe força e, eventualmente, convença uma fabricante a voltar com os smartphones menores.

publicidade

Meu objetivo é atrair muito interesse para esta página, inscrever muitos compradores interessados ​​e convencer um fabricante a construir para nós o telefone dos nossos sonhos. 

Eric Migicovsky, fundador do Small Android Phone Project.

Apesar dos esforços do projeto em produzir um celular pequeno com a mesma capacidade dos grandes, tem sido difícil lançar produtos que superem as expectativas. O principal desafio é encontrar fornecedores de telas pequenas de alta qualidade.

A exclusividade da Apple sobre as telas do iPhone Mini tem dificultando o acesso aos componentes desejados para fabricar os mini smartphones:

O problema é que a Apple tem direitos exclusivos sobre a tela [do iPhone Mini] – então, mesmo com a linha sendo descontinuada, [a Samsung Display] não vai nos dar acesso

Benjamin Bryant, líder da equipe em post oficial.

Embora haja alternativas, como monitores recondicionados do iPhone Mini e telas externas do Oppo Find N2, a perspectiva de telefones pequenos no mercado permanece incerta. O projeto está avançando as negociações com a Samsung Display US, mas a chegada dos celular do mercado ainda pode demorar um bom tempo.

Pelo que parece, a tendência é que os usuários de celulares pequenos tenham de abandoná-los em breve.